Indaiatuba atinge 100 mil vacinados com 1ª dose; Região soma mais 7 mortes por covid

Indaiatuba atinge 100 mil vacinados com a 1ª dose

  • Indaiatuba foi a primeira cidade da área de cobertura da Revista Regional a atingir 100 mil pessoas vacinadas com a primeira dose e há 30 mil imunizadas por completo;
  • Região teve mais 7 óbitos por covid: 4 em Salto, 2 em Itu e 1 em Indaiatuba;
  • Itu para vacinação por falta de doses

Indaiatuba comemorou nesta terça-feira, 29, a marca de 100 mil pessoas imunizadas com pelo menos uma dose da vacina contra a covid-19. Até agora foram aplicadas um total de 132.323 doses da vacina no município. Desse número, 31.179 já completaram o esquema vacinal, incluindo os cidadãos que receberam o imunizante de dose única, na manhã desta terça.

A primeira pessoa que recebeu a vacina em Indaiatuba, no dia 21 de janeiro, foi a enfermeira Vanessa Aparecida Cunha, de 42 anos. Desde então, a cidade já conta com 129.173 doses aplicadas, entre CoronaVac, AstraZeneca/Oxford, Pfizer e Janssen, vacina de dose única. A vacinação vem acontecendo no Centro Esportivo do Trabalhador, na avenida Conceição, 1885, e também para gestantes e puérperas às sextas-feiras na Unimax (Centro Universitário Max Planck).

A Secretaria Municipal de Saúde reforça a importância das pessoas atenderem à convocação para receber a segunda dose, considerando a garantia de maior proteção para quem tem o esquema vacinal completo. “Muitas pessoas receberam a primeira dose da vacina e acreditam que já estão protegidas do coronavírus, mas a eficácia das vacinas só é atingida completamente com as duas doses. É importante continuar utilizando a máscara, álcool em gel e praticando o distanciamento social, evitando festas, aglomerações e confraternizações”, declarou a secretária da pasta, Graziela Garcia. Nesta terça, a Prefeitura informou à Revista Regional que as pessoas que se recusarem a tomar determinada vacinada por escolha de marca ou laboratório serão colocadas no final da fila, ou seja, só serão reagendadas após a imunização de todos os adultos da cidade.

Em Itu, por falta de doses, a campanha foi paralisada. De acordo com a Prefeitura, as datas anteriormente divulgadas serão novamente agendadas. O motivo é o atraso no recebimento das doses que haviam sido divulgadas pelo governo do Estado. Desta forma, a vacinação para pessoas com 42 anos de idade que seria nesta quarta-feira, 30, foi adiada para quinta-feira, dia 1º. A vacinação ocorrerá no drive-thru do estacionamento da Prefeitura de Itu e na Subprefeitura Regional do Pirapitingui, no período da tarde, das 15h às 19h. É recomendável que os munícipes que ainda não preencheram o cadastro no site Vacina Já https://vacinaja.sp.gov.br, se inscrevam para agilizar o atendimento. Ainda segundo o governo ituano, todas as outras faixas etárias estão suspensas, aguardando a confirmação do envio de novas doses para a cidade. “Assim que haja essa certeza, um novo cronograma será definido e divulgado pela Prefeitura de Itu”, informa a nota.

NOVAS MORTES POR COVID

Foram confirmadas mais 7 mortes por covid nesta terça, 29, na área de cobertura da Revista Regional: 4 em Salto, 2 em Itu e 1 em Indaiatuba, conforme boletins divulgados pelas Secretarias Municipais de Saúde.

Em Indaiatuba, o paciente tinha 37 anos e estava internado em Campinas. Em 24 horas, mais 232 casos positivos foram confirmados e há 2.371 suspeitos aguardando resultados de testes. Desde o início da pandemia, 25.756 pessoas contraíram a doença em Indaiatuba, destes, 663 morreram e 24.974 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar. Os hospitais seguem colapsados e há uma fila de espera de 23 doentes, sendo 4 em estado grave precisando de UTI, segundo a Prefeitura.

Itu teve 2 óbitos por covid nesta terça, 29: as vítimas tinham 52 e 69 anos. A Secretaria Municipal de Saúde diagnosticou mais 147 contaminados e soma agora 18.003 casos confirmados, 435 mortos e 16.170 recuperados. Há 24 suspeitos aguardando resultados, 34 pacientes internados em leitos clínicos e 24 em UTI. No Hospital Municipal, a UTI voltou a ficar lotada. Já a taxa de ocupação dos demais leitos é a seguinte: Hospital Municipal – Enfermaria 78,57%; Hospital de Campanha – Enfermaria 73,91% e UTI 70%; e Santa Casa – UTI 88,24%.

A Prefeitura de Salto informou nesta terça-feira, 29, que mais 4 mortes por covid foram confirmadas na cidade: os pacientes, de ambos os sexos, tinham entre 36 e 59 anos. O governo não divulgou óbitos suspeitos. A cidade soma 10.471 casos (sendo 89 nas últimas 24 horas), 304 mortes e 10.152 recuperados. As UTIs seguem lotadas, assim como a Enfermaria do Hospital Municipal. Já na Unimed, a taxa de ocupação dos leitos clínicos está em 84%. Questionado várias vezes a respeito do momento crítico da falta de leitos, o governo saltense não respondeu a reportagem.

VACINA SIM!

Acompanhe os números de vacinados contra a covid na região, conforme levantamento feito pela Revista Regional.

– Indaiatuba: 101.144 foram vacinados com a primeira dose, 29.173 com a segunda e 2.006 com dose única;

– Itu: 68.755 receberam a primeira dose e 20.781, a segunda;

– Salto: 42.866 com a primeira dose e 13.199 com a segunda.

 

foto: Wellington Ayrton Silva SAU/PMI