Região: 1 morte e 117 infectados por covid em 24h; Indaiatuba autoriza reabertura dos cinemas

  • Foram 54 novos casos em Salto, 40 em Indaiatuba e 23, em Itu;
  • Indaiatuba foi a única cidade da região com óbito confirmado nesta quarta, 16;
  • Cinemas reabrem em Indaiatuba, com respaldo da Prefeitura e do governo do Estado

Nesta quarta-feira, 16 de setembro, Indaiatuba foi a única cidade da região de cobertura da Revista Regional a registrar morte por covid-19. A paciente tinha 90 anos e estava internada desde o dia 12 no Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo). Nas últimas 24 horas, a cidade confirmou ainda 40 novos infectados. Com isso, Indaiatuba soma 6.520 casos desde o início da pandemia, sendo que 190 morreram, 6.295 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar e 35 continuam internados, quatro a mais que no dia anterior. Ainda há outros 451 suspeitos aguardando resultado de teste.

Atualmente, há 32 pessoas internadas em leito clínico e 20 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A taxa de ocupação das UTIs nesta quarta, dia 16, está em 54% no Haoc e 71% no Hospital Santa Ignês.

Em Itu, foram 23 casos registrados nas últimas 24 horas, totalizando agora 2.749 contaminados desde que começou o surto de covid, sendo 87 pessoas morreram e 2.521 se recuperaram. A cidade tem 110 suspeitos aguardando resultado de exame. Há 11 pacientes internados em leito clínico e 10 em UTI. A taxa de ocupação das UTIs está em 87,5% no Hospital Municipale 16,66% no Hospital de Campanha.

Salto registrou 54 casos nas últimas 24 horas e chegou a 2.326 infectados desde o início da epidemia de covid. Deste total, 58 pacientes morreram, 2.241 evoluíram para cura, 7 seguem internados (sendo 3 em UTI) e 20 estão em isolamento domiciliar.

A cidade ainda tem 66 suspeitos à espera de resultado de teste. Destes, 25 estão em isolamento domiciliar, 9 em internação clínica (sendo 1 em UTI) e também há 4 óbitos suspeitos da doença. A taxa de ocupação da UTI do Hospital Municipal está em 66% nesta quarta, 16 de setembro.

Máscara será indispensável nas salas de cinema

CINEMAS

O Polo Shopping Indaiatuba anunciou nesta quarta, 16, que reabrirá suas salas de cinema, na próxima quinta-feira. Para que a reabertura seja feita de forma segura, será adotado um rigoroso protocolo de prevenção, desenvolvido pelas autoridades da área de saúde e vigilância sanitária. Entre as medidas adotadas estão a capacidade reduzida a 40% da ocupação, com distanciamento entre as poltronas; o distanciamento na bilheteria e bomboniere; e o uso de máscaras e higienização constante de todos os ambientes e pontos de contato.  

A reabertura dos cinemas tem respaldo em portaria publicada pela Prefeitura de Indaiatuba e no Plano São Paulo do governo do Estado, que permite que cinemas, teatros e eventos culturais possam ser retomados, com restrições e protocolos sanitários obrigatórios, em qualquer cidade que esteja por 28 dias consecutivos na fase amarela.

Segundo a Prefeitura, o Protocolo Geral de Vigilância Sanitária para esses setores estabelece capacidade limitada a 40%, horário reduzido (8 horas ininterruptas ou não), obrigação de controle de acesso, hora marcada e assentos demarcados, assentos e filas respeitando o distanciamento mínimo e proibição de atividades com público em pé.

Os protocolos adotados pelos cinemas de Indaiatuba são: 

– capacidade reduzida a 40% de ocupação das salas, com bloqueio de lugares à frente, atrás e ao lado dos espectadores (famílias podem permanecer juntas);

– higienização das salas antes de cada sessão, com maior intervalo entre as exibições;

– higienização constante dos equipamentos de informática (máquinas de cartões, totens de autoatendimento, entre outros);

– sinalização de distanciamento nas filas da bilheteria e bomboniere;

– displays com álcool em gel disponíveis em pontos estratégicos por todo o cinema;

– ingressos mais baratos na internet do que na bilheteria, para incentivar a compra online, sendo que os produtos da bomboniere também estarão disponíveis através deste canal, com a retirada através de uma fila exclusiva;

– validação dos ingressos feita através de leitores óticos, sem contato físico entre funcionários e clientes;

– uso obrigatório de máscara para todos os clientes e em todas as áreas do cinema, exceto no momento de consumo dos alimentos, na poltrona, com distanciamento;

– saída dos clientes da sala de forma ordenada, por filas, para evitar aglomerações;

– aferição de temperatura de todos os funcionários diariamente na chegada ao trabalho e uso obrigatório de EPIs;

– a manutenção do ar condicionado continuará seguindo um rígido protocolo, de acordo com a lei federal nº 13.589, adotado antes mesmo da pandemia de covid-19. 

foto: AdobeStock