O melhor do Salão de Milão 2019

Um dos destaque do Salão de Milão deste ano

Evento mais aguardado por todas as empresas e os profissionais envolvidos no design e na produção de móveis ao redor do mundo, o Salão Internacional do Móvel de Milão, que ocorreu de 09 a 14 de abril de 2019, teve alterações importantes em seu formato para a 58ª edição. Com o objetivo de responder adequadamente às mudanças estruturais na sociedade contemporânea, bem como suas consequências no mercado de decoração e design, neste ano, a hibridez entre a vida pessoal e profissional ganhou ainda mais força, numa estratégia ousada e bastante oportuna da organização.

Além da tradicional exibição do Salone, como em todo ano ímpar, os pavilhões do Rho Fiera Milano receberam também as exposições bienais Euroluce (iluminação) e Workplace 3.0 (móveis corporativos). E é exatamente aí que se deu a primeira grande mudança. Antes separadas da exposição principal por meio de pavilhões exclusivos para cada uma delas, agora os mobiliários, acessórios e objetos relacionados à WorkSpace 3.0 passaram a compor de forma “orgânica” os espaços antes reservados apenas aos interiores residenciais, seguindo as propostas de um estilo de vida que só vem crescendo nos últimos tempos.

Além disso, a edição 2019 também foi o marco de um novo conceito de exposição transversal, dedicada a produtos de design, além de soluções decorativas e técnicas de interiores. Recebendo o nome de S.Project, trata-se de um novo espaço versátil, em que as palavras-chave são: abordagem multissetorial, sinergia e qualidade. Também conversando com as demandas contemporâneas do viver e do morar.

As mudanças propostas conversaram muito bem, aliás, com o mote da feira em 2019. Lançado no ano passado, como uma celebração a profunda relação do Salão do Móvel de Milão com sua cidade natal, o Manifesto ganhou um novo capítulo nesta edição. “Ingenuity” foi a palavra que norteou todas as ações do 58º iSaloni. Podendo ser traduzido para a língua portuguesa como “engenhosidade”, o termo diz respeito à qualidade de ser inteligente, original e inventivo. Relacionando-se, portanto, à capacidade de pensar e criar que desencadeia novas formas de ver o mundo e de inventar soluções nas quais o design contribua para o bem-estar do homem e da sociedade. Um talento inerente ao trabalho de milhares de empresas e designers que levaram seus conhecimentos e heranças culturais à Milão, tornando-a a capital mundial do design e possibilitando a existência e o desenvolvimento do iSaloni ao longo dos anos.

Recebendo a cada edição visitantes de quase todos os países do mundo, o evento tornou-se não só uma referência no setor moveleiro, mas, sim, nas mais diversas áreas relacionadas ao morar, ao lifestyle, à moda e até às artes plásticas. Não por menos, o conceito da 58ª edição da feira prestou, ainda, uma homenagem aos 500 anos da morte do italiano Leonardo Da Vinci, uma das figuras mais importantes da história, tendo dedicado sua vida não só às artes, como à ciência, à engenharia, à arquitetura e muito mais.

Veja na galeria de imagens, algumas fotos das mostras deste ano, principalmente do Salão do Móvel.

fotos: Alessandro Russotti