Presidente da Apromip – Damil Carlos Roldan

A paixão pelo Direito Público foi o que levou DAMIL CARLOS ROLDAN à presidência da Apromip (Associação Regional dos Procuradores Municipais). Interessado pelo Direito desde muito jovem, ele conta que assim que ingressou na graduação teve certeza de que era o que queria da vida. Concursado, o advogado deixou o emprego na época para se dedicar a estágios em escritórios e assim que se formou abriu o seu próprio. “Pouco tempo depois, eu prestei o concurso e passei. O Direito Público era algo que eu queria muito. Gosto muito do que faço”, conta Roldan. Assumindo a Procuradoria em 2002, ele revela que sempre ouviu de colegas que deveria existir uma associação, onde procuradores uniriam forças para que alguns interesses fossem defendidos em grupo. “Surgiu a ideia de fazer uma associação regional e convoquei alguns amigos para uma reunião. Por fim, veio muito mais gente do que eu esperava: pessoas de Salto, Itu, Indaiatuba, Capivari e outras cidades. Ela nasceu como uma Associação Regional dos Procuradores”, lembra o atual presidente. Os membros da entidade, então regional, foram recebidos pelo presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de São Paulo, Flávio D’Urso, que sugeriu que a associação fosse dos municípios do Interior, surgindo assim a Apromip. “Eu entreguei várias propostas a ele, inclusive uma delas seria uma Procuradoria modelo que hoje está na comissão de Direito Público da OAB”, revela Roldan. O crescimento em apenas três meses da Associação foi muito significativo. Segundo o procurador, problemas existem, mas, apesar de tudo, a situação atual é muito boa. Dentre seus projetos e objetivos, o presidente da entidade espera “melhorar a condição de trabalho do procurador e aproximar o Poder Executivo do Judiciário”.

texto e foto: Gisele Scaravelli