SuperAção

Pelo sétimo ano, a Passeata SuperAção conseguiu reunir milhares de pessoas em São Paulo. O evento, realizado no dia 04 de dezembro, teve como trajeto o trecho entre a Praça da República e o Vale do Anhangabaú.

A passeata é organizada anualmente em diferentes locais pelo Movimento SuperAção em parceria com outras ONGs e instituições públicas, privadas e do terceiro setor. Tem como missão promover a defesa dos direitos humanos e o exercício da cidadania das pessoas com deficiência.

A edição deste ano teve como mote “Passeata Movimento SuperAção – Incluindo Diferenças em Defesa dos Direitos Humanos” e contou, em sua concentração, com shows de bandas e artistas de destaque no cenário nacional, como NXZero, Manu Gavassi, Ju Caldas, Projeto Tupã, Rincón Sapiência, Dudé, entre outros.

Como surgiu

O Movimento SuperAção foi criado em 2002 por jovens com e sem deficiência preocupados com a necessidade de serem reconhecidos enquanto cidadãos. Para tanto, o Movimento se baseia em promover ações e projetos culturais chamando a atenção para a questão da acessibilidade e da inclusão das pessoas com deficiência em todos os âmbitos.

A passeata é um evento que acontece anualmente, desde 2004, em São Paulo, celebrando o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência (comemorado em 03 de dezembro). Historicamente, o evento surgiu com a proposta de reivindicar a pauta das pessoas com deficiência e de seus direitos. Entretanto, segundo os organizadores, longe de comemorar apenas uma data, o intuito maior é alertar a todos sobre a importância do reconhecimento e da inclusão das pessoas com deficiência, respeitando e construindo uma cultura de respeito às diferenças.

Em 2008, o Movimento estendeu sua atuação para além das fronteiras de São Paulo, realizando três passeatas em Copacabana – Rio de Janeiro e três em Santa Fé – Argentina. Em 2010, instituiu sua primeira filial com passeata em Porto Alegre e mais dois pólos em solo argentino, Rosário e San Justo.

Hoje, o Movimento SuperAção conta com a colaboração de cerca de cem voluntários, que viabilizam a produção dos eventos que ocorrem em São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Argentina, negociando a instituição de novas filiais em Recife, Belo Horizonte e Barcelona.

Metas e desafios

 A Passeata Superação tem vários objetivos. São eles:

– Transformar o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência (comemorado em 03 de dezembro) em um grande evento sociocultural, a 7ª Passeata Movimento SuperAção – São Paulo;

– Promover a política da inclusão da pessoa com deficiência no âmbito nacional;

– Combater toda forma de discriminação e preconceito contra as minorias desfavorecidas;

– Conscientizar e sensibilizar a população de São Paulo acerca da necessidade da participação de todos no processo de inclusão, promoção de acessibilidade e garantia dos direitos das pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, ou seja, efetivamente incluir as diferenças em defesa dos direitos humanos;

– Sensibilizar os comerciantes, assim como donos de repartições, restaurantes, hotéis e empresas em geral sobre a importância de se construir um ambiente acessível e inclusivo em favor de todos, contemplando o desenho universal (conceito arquitetônico com objetivo de definir produtos e ambientes que possam ser usados por todos);

– Fomentar a participação das pessoas com deficiência como protagonistas desta necessária revolução sociocultural inclusiva.

fotos: Rapha Bathe