Sinfônica de Indaiatuba abre temporada de concertos

  • Neste dia 26 de agosto, a Orquestra Sinfônica de Indaiatuba abrirá a temporada de concertos da série “O Brasil e o Mundo”, com apresentação de “Bach e Villa-Lobos: de mestre para mestre”, em formato online

 

Nesta quinta-feira, 26, a Orquestra Sinfônica de Indaiatuba abrirá a temporada de concertos da série “O Brasil e o Mundo”, com apresentação de “Bach e Villa-Lobos: de mestre para mestre”, às 20h, em formato online e acesso gratuito. A apresentação será exibida no Youtube da Orquestra Sinfônica, com apoio da Prefeitura de Indaiatuba, que promove este evento por meio da Secretaria Municipal de Cultura. Além de “Bach e Villa-Lobos”, a orquestra apresentará, nos próximos meses, os espetáculos “Mozart e Padre José Maurício: universo clássico” e “Erudito e Popular”. A direção artística e a regência são do maestro Paulo de Paula.

O solista Edmundo Hora que se apresentará no concerto

 

A série “O Brasil e o Mundo” é um rico diálogo entre a música universal e a regional. Cada um dos três concertos mescla de uma maneira muito própria, obras reconhecidas, pertencentes ao repertório clássico universal, com peças que transmitem e reverenciam a cultura brasileira. No ano passado, a Orquestra Sinfônica de Indaiatuba recebeu o Prêmio Histórico de Realização em Música, pelo Governo do Estado de São Paulo. Após a conquista do primeiro lugar na premiação, depois de uma avaliação técnica da comissão especializada, foi possível idealizar esse projeto. Os recursos investidos este ano se devem a essa conquista, como informou a corporação.

 

 

O CONCERTO

 

Bach e Villa-Lobos transcendem o tempo e o espaço para se encontrar no mesmo palco, por meio de duas obras marcantes de ambas carreiras: “As Bachianas Brasileiras”, uma série de nove obras musicais compostas pelo carioca Heitor Villa-Lobos, que compõem uma das mais importantes séries orquestrais nacionais. Escritas para diversas formações, essas obras transmitem todo caráter e identidade brasileiros, e ao mesmo tempo homenageiam um dos mais importantes compositores da história: Johann Sebastian Bach – que carinhosamente dá nome à série. Para este concerto, a orquestra executa a Bachianas Brasileiras nº 9, composta para orquestra de cordas em 1945.

 

O mestre homenageado por Villa-Lobos também integra a apresentação. O concerto para cravo e orquestra em Lá Maior BWV 1055, do alemão Johann Sebastian Bach, será executado com a participação do cravista Edmundo Hora, um dos maiores nomes do instrumento no país. O cenário escolhido para esta ocasião tão especial é a Sala Acrísio de Camargo, no CIAEI (Centro Integrado de Apoio à Educação de Indaiatuba).

 

O SOLISTA

 

O solista Edmundo Hora é doutor em Música, na modalidade Cravo pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e desenvolve o seu trabalho baseado na interligação das técnicas específicas dos instrumentos antigos de teclado. Já participou de festivais no Rio de Janeiro, Florianópolis, Brasília, São Paulo e Curitiba. Apresentou-se também no Mozarteum no Uruguai, Concertgebouw em Amsterdã, De Doelen em Roterdã, Muziekcentrum Vredenburg em Utrecht e Stuttgart Bad Kreuzlingen na Alemanha, Zurique e Basel na Suíça, Atenas e Tessalonica na Grécia, Lisboa e Aveiro em Portugal e, em Paris. Além disso, o músico é professor de Cravo e Música Barroca no Instituto de Artes da Unicamp e credenciado como Professor no programa de pós-graduação em Música, Mestrado e Doutorado em Cravo e Musicologia Histórica.

 

MAIS: Onde assistir: https://www.youtube.com/orquestrasinfonicadeindaiatuba

 

 

foto: Silas Coelho