Garcia assume o Estado após renúncia de Doria

Garcia assume como novo governador do Estado

Renúncia de Doria foi anunciada em evento no Palácio dos Bandeirantes no final da tarde desta quinta, 31 de março; Vice Rodrigo Garcia assume o comando do Estado

 

João Doria anunciou nesta quinta-feira, 31, que deixa o cargo de governador do Estado de São Paulo. Rodrigo Garcia, eleito como vice-governador na chapa com Doria nas eleições de 2018, tomou posse como novo governador do Estado, mandato que se encerra em 31 de dezembro deste ano.

 

Na ocasião, Doria falou para um grande público que compareceu no encerramento do Seminário Municipalista realizado no Auditório Ulysses Guimarães, no Palácio dos Bandeirantes. O evento contou com a presença de Rodrigo Garcia, o presidente da Alesp (Assembleia Legislativa do Estado), Carlão Pignatari, o prefeito da Capital, Ricardo Nunes, o presidente da Câmara de São Paulo, Milton Leite, além de prefeitos e prefeitas de 619 municípios do Estado.

 

Ele descreveu os desafios enfrentados pelo governo, com as reformas administrativas, o enfrentamento da pandemia pautado pela orientação da ciência, o início da vacinação e o momento da retomada, com programas e grandes obras que impulsionaram a economia de São Paulo e geraram empregos em diversas frentes em todas as regiões do Estado. “Daqui para frente nosso trabalho continua em São Paulo pelas mãos experientes e competentes do Rodrigo Garcia”, completou Doria.

 

Empossado em 1º de janeiro de 2019, João Doria deixa o governo com três anos e três meses de mandato. O paulistano de 64 anos assumiu a Prefeitura da cidade de São Paulo em 2016, eleito no primeiro turno, e renunciou ao cargo em 2018 para concorrer ao governo de São Paulo. Venceu o então governador Márcio França no segundo turno, com 11 milhões de votos, e tomou posse como o 37º governador do Estado. Novamente renunciou, agora ao governo do Estado, para tentar concorrer à Presidência da República.

 

Novo governador

 

Com a renúncia de Doria, Rodrigo Garcia passa a ocupar o cargo como governador de São Paulo. Garcia também assumiu, além do gabinete de vice-governador na gestão Doria, o cargo de secretário de Governo. Ele foi responsável por coordenar projetos, obras e serviços de grande impacto. Liderou a articulação estratégica no desenvolvimento das políticas públicas estaduais, dentre eles o Orçamento do Estado.

 

Com 47 anos, Rodrigo Garcia ocupou a cadeira de deputado federal por dois mandatos, de 2011 a 2018, e três vezes deputado estadual, tendo sido presidente da Assembleia Legislativa, entre 2005 e 2007. Foi secretário nas pastas da Habitação, de Desenvolvimento Econômico e de Desenvolvimento Social e também secretário de Gestão da Prefeitura de São Paulo.

 

foto: Governo de SP