Estado alerta para estoque baixo de sangue e convoca doadores

  • Situação dos bancos de sangue é crítica em todas as regiões do Estado, com risco de cancelamento de cirurgias e atendimentos;
  • Hemonúcleos realizam atendimento por agendamento para toda a população apta a doar

 

Veja como doar sangue na sua região

O Estado de São Paulo precisa urgentemente de doadores de sangue para evitar o risco de cancelamento de atendimentos e cirurgias. A situação nos bancos de sangue é crítica em todo o Estado, informou o governo. Os tipos O+, O-, A-, B- e B+ são os de maior necessidade. O abastecimento regular é necessário para o atendimento de todas as instituições de saúde.

 

Por conta do aumento dos casos de síndromes respiratórias, a doação de sangue registrou queda, impactando o nível das reservas. Os hemocentros de todo o Estado fazem um apelo para que a população faça doações. “Estamos com uma queda importante nas doações de sangue, o que pode prejudicar o atendimento de todos os pacientes graves atendidos em hospitais. Precisamos de um número estável e constante de doações para mantermos os estoques em níveis adequados.”, alerta o secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn.

 

Medidas preventivas

 

Durante a pandemia, os bancos de sangue adotaram todos os critérios estabelecidos para segurança dos doadores como reforço na desinfecção dos ambientes, desinfecção das cadeiras a cada troca de doador, EPIs (Equipamentos de Proteção Individual) para os colaboradores, álcool em gel e o uso de máscara, que é obrigatório.

 

– Candidatos à doação de sangue que tiverem o diagnóstico ou suspeita de Covid-19 serão considerados inaptos por um período de dez dias após a completa recuperação.

 

– Candidatos à doação de sangue que apresentaram um teste diagnóstico para SARS-CoV-2 (por exemplo, teste PCR ou pesquisa de antígenos em swab de nasofaringe) positivo, mas permanecem assintomáticas, deverão ser consideradas inaptas por um período de dez dias da data da coleta do exame.

 

Critérios para doar sangue:

 

  • Ter entre 16 e 69 anos (se for menor de idade, só com autorização dos pais e responsáveis);
  • Estar com a saúde em dia;
  • Pesar, no mínimo, 50 kg;
  • Apresentar um documento de identidade oficial, com foto (RG, CNH);
  • Não ter ingerido bebida alcoólica no mínimo 12 horas antes da doação;
  • Não deve estar em jejum.

 

Serviços

 

A população pode consultar todos os endereços para a doação no site www.saude.sp.gov.br. Abaixo, a lista dos principais Hemonúcleos do Estado para doação:

 

– Pró-Sangue: agendamento através do telefone: Alô Pro-Sangue – (11) 4573-7800 ou pelo site http://www.prosangue.sp.gov.br

 

– Hemocentro Ribeirão Preto: mais informações pelo site  https://www.hemocentro.fmrp.usp.br

 

– Hemocentro Unicamp: mais informações pelo site https://www.hemocentro.unicamp.br

 

– Hemocentro de Botucatu: recebe doadores de sangue com agendamento prévio em seu horário normal de funcionamento: de segunda a sexta, das 8h às 16h30 e, aos sábados, das 7h às 12h. Para o agendamento, o Hemocentro disponibiliza aos doadores o telefone (14) 3811-6041 (ramal 240) e o WhatsApp (14) 99624-7055 / (14) 99631-5650.

 

– Hemocentro de Marília: O Hemocentro da Famema fica na Rua Lourival Freire, nº 240 (ao lado do Fórum) no bairro Fragata. O telefone para mais informações é (14) 3402-1850. https://www.famema.br/hemocentro .

 

 

foto: BIRF