Estado antecipa 2ª dose da Pfizer; Veja atualização da pandemia na região

  • Doria anunciou nesta quarta-feira, 22, a antecipação de 12 para 8 semanas o intervalo de aplicação da segunda dose da vacina contra covid-19 da Pfizer;
  • Na região, Itu e Indaiatuba continuam sem novas mortes pela doença e têm queda nas internações;
  • Salto teve 1 novo óbito;
  • Confira os números de vacinados em cada cidade

O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira, 22, a antecipação de 12 para 8 semanas o intervalo de aplicação da segunda dose da vacina contra covid-19 da Pfizer. Quem já recebeu a primeira dose do imunizante da Pfizer poderá concluir seu esquema vacinal quatro semanas antes do prazo inicialmente indicado na carteira de vacinação.

Segunda dose da vacina da Pfizer será antecipada no Estado de SP

A nova estratégia definida pelo PEI (Plano Estadual de Imunização) poderá ser realizada a partir desta sexta-feira, 24, pelos 645 municípios. Conforme balanço da campanha, 6,9 milhões de pessoas já imunizadas com a primeira dose serão beneficiadas com esta redução de tempo de espera.

Cada cidadão que já recebeu a primeira dose da Pfizer poderá conferir sua carteirinha para verificar a nova previsão de retorno ao posto, contando em seu calendário 28 dias antes da data até então sinalizada para receber a segunda dose. “A partir de hoje, cerca de 2 milhões de doses estão sendo enviadas aos 645 municípios do Estado para que a gente possa fazer antecipação e a conclusão do esquema vacinal”, explicou a coordenadora do PEI, Regiane de Paula.

NÚMEROS DA REGIÃO

A região segue com queda no número de internações por covid-19, graças ao avanço da vacinação. Nos últimos dias, foi registrada 1 morte em Salto, de uma paciente de 89 anos, conforme dados fornecidos pela Secretaria de Saúde local. Itu e Indaiatuba não tiveram novos óbitos pela doença, conforme atualização desta terça-feira, 21 de setembro.

O governo saltense divulgou que foram diagnosticados mais 105 casos no dia 17, e 148 entre os dias 18 e 20 de setembro, maiores números diários da região. Porém, o total contabilizado desde o início da pandemia, não foi alterado pela Prefeitura em seus boletins, se mantendo em 14.311 confirmados. A assessoria de imprensa não confirmou os números corretos. A cidade soma 422 óbitos e 13.889 recuperados. Na rede pública, a UTI está com 33% de ocupação e a Enfermaria, 26%. Na Unimed, a UTI tem 17% dos leitos ocupados e a ala clínica está vazia.

Itu não teve novas mortes confirmadas em seus boletins. A Secretaria Municipal de Saúde registrou 23 contaminados e há 4 em análise. Com isso, soma 21.210 casos confirmados, 534 óbitos e 20.620 recuperados. A taxa de ocupação de leitos está em 20% na Enfermaria da Santa Casa e 40% na UTI.

Outra cidade sem novas mortes pela doença é Indaiatuba, onde foram diagnosticados 57 contaminados e 6 suspeitos. Desde o início da pandemia, 31.314 pessoas contraíram o coronavírus na cidade. Dessas, 784 morreram e 30.518 são consideradas curadas ou estão em recuperação domiciliar. Os leitos clínicos estão com 25% de ocupação no Haoc e 38% no Santa Ignês. As UTIs têm 33% de leitos em uso no Haoc e 36% no Santa Ignês.

VACINA SIM!

Ao contrário de Itu e Salto, a Prefeitura de Indaiatuba ainda não divulgou o número de imunizados com a terceira dose da vacina contra a covid. Acompanhe os números de vacinados na região, conforme levantamento feito pela Revista Regional.

– Indaiatuba: 205.110 foram vacinados com a primeira dose e 142.326 com dose única ou segunda dose;

– Itu: 140.282 receberam a primeira dose; 85.235, a segunda; 892, a terceira; e 5.159, dose única;

– Salto: 99.501 pessoas receberam a primeira dose; 55.886, a segunda ou dose única; e 584, a terceira.

foto: BIRF