Região sem novas mortes por covid; Itu desativa Hospital de Campanha

  • Últimos balanços da pandemia não registraram novas mortes por covid nas cidades da área de cobertura da Revista Regional;
  • Em Itu, a Prefeitura anunciou a desativação do Hospital de Campanha, que atendeu exclusivamente os pacientes com covid desde o início da pandemia na cidade;
  • Veja os novos números da vacinação em Itu, Indaiatuba e Salto

Fachada do Hospital de Campanha em Itu

A região não confirmou novas mortes por covid entre quinta-feira, 16, e sábado,  18 de setembro, conforme boletins divulgados pelas Prefeituras de Itu, Salto e Indaiatuba. Com a acentuada queda no número de internações, o governo ituano optou por desativar o Hospital de Campanha, responsável por atender exclusivamente os pacientes com covid na cidade desde o início da pandemia, em 2020.

De acordo com a Prefeitura de Itu, a estrutura hospitalar de atendimento da rede municipal de Saúde segue com disponibilidade de leitos de Enfermaria e de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), na Santa Casa, para casos de internação pela doença. 

O Hospital de Campanha, inaugurado em abril de 2020, foi uma das ações de enfrentamento ao coronavírus em Itu. No período de atividade, atendeu 1.493 pacientes e foi o único hospital exclusivo para doentes de covid instalado de forma emergencial na região.

A partir de agora, o atendimento às pessoas com suspeita de covid prossegue tanto no PA Covid – Pronto Antendimento Covid quanto no CAEC (Centro de Atendimento Especializado em Covid). O PA Covid, implantado no prédio da Santa Casa (acesso pela rua Pedro de Paula Leite, s/n), funciona durante 24 horas em todos os dias da semana, e o CAEC da Cidade Nova I, situado à rua Osasco, s/n, de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h.

O governo ituano informou ainda que o espaço físico onde o Hospital de Campanha esteve instalado deverá passar por reestruturação e será utilizado para novos projetos de saúde pública da Secretaria de Saúde de Itu.

NOVOS NÚMEROS

Itu, conforme os últimos boletins epidemiológicos divulgados pela Secretaria Municipal de Saúde, registrou 20 novos contaminados e soma agora 21.187 casos confirmados, 534 óbitos e 20.583 recuperados. A partir desta semana, diante da expressiva queda dos casos de internação e da consequente desativação do Hospital de Campanha, a Prefeitura de Itu passará a divulgar apenas a ocupação das alas de Enfermaria e UTI da Santa Casa de Itu, ambas destinadas à covid-19. Até sexta, 17, a ala clínica tinha 30% de ocupação e a UTI, 40%.

Indaiatuba também não teve novas mortes, segundo a Secretaria de Saúde local. Entre quinta, 16, e sábado, 18, foram diagnosticados 16 contaminados e há 6 em análise. Desde o início da pandemia, 31.257 pessoas contraíram o coronavírus. Dessas, 784 morreram e 30.460 são consideradas curadas ou estão em recuperação domiciliar. Os leitos clínicos estão 15% ocupados no Haoc e 25% no Hospital Santa Ignês. As UTIs têm 29% de ocupação no Haoc e 57% no Santa Ignês.

Salto não teve novas mortes pela doença confirmadas na quinta, 16, e sexta, 17, e registrou 57 novos infectados. Com isso, o município totaliza 14.206 contaminados desde o início da epidemia, 421 óbitos e 13.785 recuperados. Na rede pública, a UTI está com 50% de ocupação e a Enfermaria, 35%. Na Unimed, a UTI está vazia e a ala clínica tem 4% dos leitos ocupados.

VACINA SIM!

Ao contrário de Itu e Salto, a Prefeitura de Indaiatuba ainda não divulgou o número de imunizados com a terceira dose da vacina contra a covid. Acompanhe os números de vacinados na região, conforme levantamento feito pela Revista Regional.

– Indaiatuba: 205.095 foram vacinados com a primeira dose e 133.012 com dose única ou segunda dose;

– Itu: 139.751 receberam a primeira dose; 82.105, a segunda; 750, a terceira; e 5.159, dose única;

– Salto: 98.812 pessoas receberam a primeira dose; 53.029, a segunda ou dose única; e 406, a terceira.

 

foto: Prefeitura de Itu