Museu FAMA lança o programa ‘Fábrica São Pedro’

  • Iniciativa do Museu FAMA é convidar a população de Itu e região a compartilhar memórias da Companhia de Fiação e Tecelagem São Pedro, onde hoje funciona a Fábrica de Artes Marcos Amaro

Antiga Fábrica São Pedro

A Fábrica de Arte Marcos Amaro, museu sediado em Itu, inaugura o programa “Fábrica São Pedro”, que visa coletar memórias sobre a Companhia de Fiação e Tecelagem São Pedro – Fábrica São Pedro, que funcionava nas instalações onde hoje existe a instituição.

O Departamento de Pesquisa e Referência do Museu FAMA faz apelo à população ituana que conhece a Fábrica São Pedro para compartilhar suas histórias e ajudar a construir uma nova exposição. A curadoria será coletiva e cruzará o acervo artístico do museu com o passado da fábrica e o patrimônio industrial de Itu.

O programa “Fábrica São Pedro” une a pesquisa à prática da ciência cidadã, inspirado em experiências participativas de história pública e digital. A população poderá oferecer seus testemunhos por diversos canais, contando histórias, compartilhando documentos ou materiais relacionados à Fábrica São Pedro.

A coordenação do programa é de Anita Lucchesi, doutora em História pela Universidade do Luxemburgo (UNILU, 2020) e mestra em História Comparada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (PPGHC/UFRJ, 2014), onde também concluiu Bacharelado e Licenciatura em História (2011). Anita é uma das pioneiras, no Brasil, no estudo da Historiografia Digital. Seu primeiro trabalho versando sobre o entrelaçamento da história com as tecnologias digitais, realizado entre 2008 e 2011, foi premiado e publicado pelo concurso de monografias da Sociedade Brasileira de Teoria e História da Historiografia. Ela integra o Grupo de Estudos do Tempo Presente, ligado ao Departamento de História da Universidade Federal de Sergipe (GET/UFS). Entre outras afiliações, faz parte da Rede Brasileira de História Pública e é também membro do comitê diretor da Federação Internacional de História Pública. Dedica-se a pesquisas na área de História Digital, História Pública, História do Tempo Presente e História Comparada, com ênfase na interface entre tecnologias digitais, estudos de memória, ensino e divulgação científica da história.

A iniciativa do FAMA pretende ativar uma rede de pesquisa em torno do museu, mobilizando estudantes e pesquisadores interessados em estudar seu acervo, o passado da fábrica e os pontos de interseção entre o passado e o presente do patrimônio industrial na região.

É possível participar pessoalmente, indo até a sede do museu ituano; pelo whatsapp (11) 91126-2211; ou por carta ou e-mail (rua Padre Bartolomeu Tadei, 9 – Vila São Francisco, Itu-SP, 13300-190 / e-mail: fabricasaopedro@famamuseu.org.br  ).

A FÁBRICA QUE VIROU MUSEU

Situada em Itu, a Fábrica de Arte Marcos Amaro – FAMA Museu – está localizada em uma área de 25 mil metros quadrados, onde, no século 20, funcionou a Fábrica São Pedro, importante polo da indústria têxtil, com relevância histórica e cultural para a região. Inaugurado em 2018, o museu abriga ateliês, salas expositivas e áreas ao ar livre para a realização de performances, residências artísticas, exposições individuais e coletivas, com o objetivo de incentivar a criação artística contemporânea, investigar os caminhos da arte e possibilitar ao público o acesso ao acervo do colecionador e artista Marcos Amaro.

A coleção reúne mais de 2 mil obras entre pinturas, desenhos, gravuras, esculturas e instalações de nomes como Tarsila do Amaral, Nelson Leirner, Hélio Oiticica, Leda Catunda, Cildo Meireles, Tunga e Aleijadinho. Com a proposta de oferecer à cidade um projeto de impacto significativo na cultura local, na sua dimensão simbólica, cidadã e econômica, além de fomentar o turismo de experiência na região, o museu inaugurou em julho de 2019 a primeira galeria de arte a céu aberto de Itu, o Parque Escultórico Linear. Obras de grandes nomes da arte contemporânea estão dispostas ao longo da avenida Galileu Bicudo, importante via da cidade.

 

foto: Acervo Histórico FAMA Museu