Silvana Carvalho Widmanski: uma empresária de sucesso

Silvana, proprietária de grupo de imobiliárias em Itu e Indaiatuba

Quando chegou a Itu, em 2002, Silvana Carvalho Widmanski percebeu na cidade um potencial até então inédito: uma imobiliária alto padrão, com foco no atendimento dos públicos AA, A e B, que, assim como ela, buscavam um lugar seguro e tranquilo. Aos poucos, foi estudando o mercado, conhecendo os condomínios da região e descobriu que poderia trabalhar em dois nichos diferentes: um que atendia o público AA para casas de campo e outro que focava no público A e B em condomínios residenciais.

Assim nasceu, em 2006, o Grupo Silvana Carvalho, que atua em Itu, Indaiatuba, Salto e em Porto Feliz, no condomínio Fazenda Boa Vista. Em Itu, há duas unidades: uma com foco em vendas e outra apenas para locação; e em Indaiatuba, uma unidade para vendas e, em breve, deve ser inaugurada outra exclusivamente para locação.

“A cultura da nossa empresa é ser extremamente focada no cliente e, para isso, temos uma equipe criteriosa e eficiente, sempre pronta para atender as exigências do nosso público”, ressalta.

Silvana conta que essa cultura focada em prestar o melhor atendimento ao cliente foi fundamental no fluxo migratório que invadiu o Interior durante a pandemia em 2020. Para a empresária, o mercado imobiliário no Interior foi impulsionado pelo menos quatro vezes no período mais grave da primeira onda da pandemia, o que foi desafiador do ponto de vista de atendimento, pois foi necessário se adaptar à nova realidade do mercado e o tempo era escasso perto da procura. “Por um lado, clientes tinham urgência em fechar o negócio, por outro, desistências de vendas de imóveis ou alterações de preços de um dia para o outro. Havia uma justificativa de aumento de preços repentinos, mas, muitas vezes, a alta era irracional e não acompanhava a demanda do imóvel e, pior, era pautada em um momento de mercado atípico”, explica.

Apesar dos empecilhos, Silvana afirma que os resultados foram satisfatórios e mais uma vez ressalta o quanto uma equipe bem alinhada é capaz de atender novos clientes e, claro, com novos cuidados e preocupações de segurança sanitária. Uma das formas mais práticas que encontrou de garantir a segurança dos clientes e corretores na pandemia foi desenvolver o Guardião das Chaves para a área de locação. É uma parceria com os prestadores de serviços, que pegam a chave do imóvel a ser visitado na empresa, levam-na até o local com horário marcado com os clientes, os aguarda do lado de fora e, depois, devolvem a chave na imobiliária.

Para 2021, a expectativa de Silvana é um mercado aquecido, porém com características totalmente diferentes de 2020. “Teremos uma oferta maior de novos e bons produtos, o que pode nos levar a um ajuste de preços em médio e longo prazo”, alerta.

texto: Aline Queiroz

foto: Divulgação/Arquivo pessoal