URGENTE: Decretada fase vermelha em todo o Estado

  • Para evitar o colapso total do sistema de saúde nos próximos 10 dias, governo do Estado regrediu todas as cidades paulistas para a fase vermelha, a qual permite apenas funcionamento dos serviços essenciais;
  • Na região já há UTIs lotadas em Itu, Salto e Indaiatuba
  • O toque de restrição estará em vigor a partir das 20h em todas as regiões do Estado

Todo o Estado em fase vermelha

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou em entrevista coletiva na tarde desta quarta-feira, 03, que todos os municípios paulistas voltarão para a fase vermelha do Plano SP, que permite funcionamento apenas dos serviços essenciais, como supermercados, farmácias, entre outros setores. A medida começa à zero hora de sábado, dia 06, e durará duas semanas, a depender da evolução da pandemia e da curva de infecções, internações e óbitos por covid.

A decisão foi tomada após Interior e demais regiões do Estado viverem atualmente o pior momento da pandemia, com alta de casos diários, internações e UTIs lotadas na maioria das cidades, inclusive aqui na região, como revelou a Revista Regional na manhã desta quarta em matéria publicada no site e no app. Há unidades intensivas sem vagas em Itu, Indaiatuba e Salto.

Em reunião online com prefeitos do Estado na terça-feira, 02, Doria já havia proposto medidas mais restritivas para evitar o colapso dos hospitais e fez o alerta de que os municípios paulistas enfrentarão nas próximas duas semanas a pior fase da pandemia: “O momento é de união e mobilização diante de uma circunstância gravíssima como essa. As duas piores semanas desde o início da pandemia estão por vir, nós temos que estar preparados. Não podemos estar ausentes, indiferentes, tratarmos isso com frieza ou debaixo de pressões que não sejam exclusivamente pela proteção à vida”, disse Doria.

“Se não aplicarmos medidas mais restritivas, teremos 11 dias até um colapso em nosso sistema de atendimento hospitalar”, disse o secretário da Saúde, Jean Gorinchteyn. “O cenário é alarmante e exige uma ação pronta e unificada de todos nós. Situação é preocupante em todas as regiões, com maior gravidade no Interior”, acrescentou o secretário de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi.

Cidades como Campinas, aqui na região, e Araraquara, além de outras do ABC, já haviam decretado, por conta própria, lockdown ou fase vermelha, por conta do avanço preocupante da pandemia nessas localidades.

Com o novo decreto do Estado, as escolas permanecerão abertas, porém valendo a regra adotada no início do ano, de que as aulas presenciais são opcionais em cidades nas fases vermelha e laranja do Plano SP.

O QUE PODE FUNCIONAR

De acordo com o Plano SP (https://www.saopaulo.sp.gov.br/planosp/ ), a fase vermelha só permite funcionamento normal de serviços essenciais como indústrias, escolas, bancos, lotéricas, serviços de saúde e de segurança públicos e privados, construção civil, farmácias, mercados, padarias, lojas de conveniência, feiras livres, bancas de jornal, meios de comunicação, postos de combustíveis, lavanderias, hotelaria e transporte público ou por aplicativo, entre outros.

Já os comércios e serviços não essenciais só podem atender em esquema de retirada na porta, drive-thru e pedidos por telefone ou internet. Academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, lojas de rua, concessionárias, escritórios e parques deverão ficar totalmente fechados ao público.

Os serviços essenciais precisam cumprir protocolos sanitários rígidos, como fornecimento de álcool em gel, aferição de temperatura, ventilação de ambientes, controle de fluxo de público e horário diferenciado para abertura e fechamento.

RESTRIÇÃO DE CIRCULAÇÃO A PARTIR DAS 20H

O toque de restrição estará em vigor a partir das 20h em todas as regiões do Estado, com recomendação para circulação restrita em vias públicas e fiscalização ampliada até as 5h.

 

foto: Governo de SP