Mais 4 mortes por covid na região; UTIs lotadas em Indaiatuba e Itu; Governo de SP confirma vacinação para janeiro

  • Indaiatuba registrou mais 2 óbitos e 100 novos casos de coronavírus em 24 horas;
  • Itu e Salto, mais uma morte;
  • UTI da rede privada permanece lotada em Indaiatuba;
  • Já a do Hospital Municipal de Itu também atingiu 100% de ocupação;
  • Governador João Doria garantiu aos novos prefeitos do Estado que vacinação começa em 25 de janeiro em todos os municípios paulistas

Mais mortes por covid em toda a região

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba informou nesta quarta-feira, 06 de janeiro, que houve o registro de mais 2 óbitos positivos para covid-19: um paciente de 86 anos que estava no Hospital Santa Ignês e uma mulher de 68, internada na Casa de Saúde em Campinas.

Nas últimas 24 horas, a cidade registrou 100 novos casos positivos de covid. Desde o início da pandemia, 11.689 pessoas contraíram a doença em Indaiatuba. Desses, 301 morreram e 11.349 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar. Há 1.344 suspeitos aguardando resultados de testes.

Nesta quarta, 06, há 73 internados, dos quais 39 estão confirmados para covid-19. Do total, 36 estão em leitos clínicos e 37 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A taxa de ocupação das UTIs está em 67% no Haoc e 88% nos leitos externos contratados pela Prefeitura em Campinas. A UTI da rede privada, do Hospital Santa Ignês, continua lotada.

Itu também confirmou novo óbito pela doença: o paciente tinha 69 anos e estava internado em hospital da cidade. Nas últimas 24 horas, segundo a Secretaria Municipal de Saúde, foram diagnosticados mais 72 casos de covid. Com isso, Itu soma 5.815 contaminados desde o início da pandemia, sendo que 136 morreram e 5.405 se recuperaram. Há 174 suspeitos aguardando resultados de exames, 15 pacientes internados em leito clínico e 11 em UTI. A taxa de ocupação da UTI do Hospital de Campanha, que só atende casos de covid, está em 33,33%. Já a UTI da rede pública, do Hospital Municipal, chegou a 100% nesta quarta-feira, 06.

Salto também teve uma morte confirmada por covid nesta data: o paciente tinha 76 anos e estava internado em hospital local. Segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura, nas últimas 24 horas, foram 36 novos infectados e o total foi a 4.522 casos de covid desde o início da pandemia, sendo que 92 morreram e 4.419 se recuperaram. Há 305 suspeitos à espera de resultados de exames, 7 internados, sendo 3 em UTI e 4 pacientes estão em isolamento domiciliar. A taxa de ocupação da UTI da rede pública está em 67% nesta quarta, 06. A situação do hospital da rede privada não foi divulgada.

VACINAÇÃO NO ESTADO

O governador João Doria apresentou nesta quarta-feira, 06, durante o 1º Seminário Virtual de Gestão Pública, o Plano de Estadual de Imunização contra o coronavírus aos 645 prefeitos eleitos para os mandatos iniciados em 2021. A estratégia das autoridades estaduais é iniciar a imunização contra a covid-19 em todas as regiões do Estado no dia 25 de janeiro.

O secretário de Estado da Saúde, Jean Gorinchteyn, listou aos prefeitos os detalhes do plano. A primeira etapa de vacinação vai priorizar profissionais da saúde, pessoas com 60 anos ou mais e grupos indígenas e quilombolas. A expectativa do Estado é que 9 milhões de pessoas sejam imunizadas na primeira etapa, com a aplicação de 18 milhões de doses, até o dia 28 de março.

A campanha coordenada pela Secretaria Estadual da Saúde em parceria com os 645 municípios paulistas visa dobrar o total de postos de vacinação dos atuais 5,2 mil para até 10 mil. A estimativa é de que a vacinação envolva cerca de 79 mil profissionais, com 54 mil trabalhadores do setor da saúde e 25 mil agentes da segurança pública para garantir a segurança da população e evitar aglomerações nos locais de imunização.

 

foto: BIRF