Indaiatuba tem mais um óbito por covid; Salto está com UTI lotada

  • Indaiatuba totaliza 291 mortes pela doença;
  • UTI do Haoc atinge 96% de ocupação;
  • Salto tem 4 mortes suspeitas de covid e está com a UTI da rede pública completamente lotada nesta quarta-feira, 30 de dezembro

Nova morte pelo coronavírus em Indaiatuba

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba informou que nesta quarta-feira, 30, foi registrado mais um óbito com exame positivo para covid-19: o paciente tinha 55 anos e estava internado no Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo).

Nas últimas 24 horas, a cidade teve 37 novos casos diagnosticados. Desde o início da pandemia, 11.331 pessoas contraíram a doença no município. Desses, 291 morreram e 11.004 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar. Há 1.591 casos suspeitos aguardando resultados.

Nesta quarta, há 68 internados, dos quais 36 estão confirmados para covid-19. Do total, 28 estão em leitos clínicos e 40 em UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A taxa de ocupação das UTIs está em 96% no Haoc, 71% no Santa Ignês e 75% nos leitos externos contratados pela Prefeitura em hospitais de Campinas.

Salto tem 4 mortes suspeitas de covid em investigação. Nas últimas 24 horas, segundo a Prefeitura, foram confirmados mais 24 contaminados pelo vírus. Com isso, a cidade soma 4.402 casos desde o começo da pandemia, sendo que 87 morreram, 4.278 evoluíram para cura, 8 seguem internados (sendo 4 em UTI) e 29 estão em isolamento domiciliar.

Há 61 suspeitos que aguardam resultados de testes. Destes, 6 estão em internação clínica (3 em UTI). A UTI da rede pública, do Hospital Municipal Nossa Senhora do Monte Serrat, está completamente lotada nesta quarta, 30 de dezembro. Já a situação da rede privada não foi divulgada.

A Prefeitura de Itu não divulgou boletim epidemiológico nesta quarta-feira. Com isso, não foi possível apurar a taxa de ocupação dos hospitais e os novos números da doença na cidade.

 

foto: BIRF