Em 24h, região soma 213 novos casos de covid; Haoc com UTI lotada

  • Itu, Salto e Indaiatuba não tiveram mortes nesta terça-feira, 1º de dezembro, porém aumentou o índice diário de novos contaminados;
  • Indaiatuba ultrapassou a marca de 9,1 mil casos e 250 mortos;
  • UTI para covid do Haoc, em Indaiatuba, atinge 100% de ocupação

115 novos casos neste 1 de dezembro em Itu e Salto

Juntas, Itu, Salto e Indaiatuba registraram 213 novos contaminados pelo coronavírus nas últimas 24 horas. O número é alto se comparado aos índices diários apresentados nas últimas semanas. Alta maior teve Salto, com 65 novos casos em um dia. Não houve mortes confirmadas pela doença.

De acordo com o Departamento de Vigilância Epidemiológica de Salto, o total de casos de covid confirmados até esta terça é de 3.774, sendo que 78 pacientes morreram, 3.617 se recuperaram, 13 seguem internados (sendo 5 em UTI) e 66 estão em isolamento domiciliar. Há 30 suspeitos que aguardam resultados. Destes, 8 estão em internação clínica (sendo 2 em UTI). A taxa de ocupação da UTI para covid do Hospital Municipal está em 83%.

Em Itu, foram 50 novos infectados nas últimas 24 horas, segundo boletim divulgado pela Prefeitura. O total subiu para 4.079 casos confirmados desde o início da pandemia, sendo que 108 pessoas morreram e 3.833 se recuperaram. Há 157 suspeitos à espera de resultados de exames, 15 pacientes internados em leito clínico e 6 em UTI. A taxa de ocupação da UTI para covid do Hospital Municipal está em 87,5%; já a do Hospital de Campanha, em 16,6%.

A Secretaria de Saúde de Indaiatuba informa que não houve registro de óbitos de pacientes com covid-19 nesta terça-feira, 1º de dezembro, e foram confirmados 98 infectados. Desde o início da pandemia, 9.229 pessoas contraíram a doença no município. Desses, 250 morreram e 8.938 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar.

Há 1.071 casos suspeitos aguardando resultados de exames, número elevado se comparado aos índices dos meses anteriores. Nesta terça, há 74 internados, dos quais 41 estão confirmados para covid-19. Do total, 49 estão em leitos clínicos e 25 em UTI. No Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo), a UTI para covid está completamente lotada. Já no Santa Ignês, a ocupação está em 50%.

O governo de Indaiatuba foi um dos 62 convocados pelo governo do Estado para uma reunião por videoconferência na manhã de terça-feira para discutir medidas emergenciais. Todo o Estado voltou para a fase amarela, que reduz o horário e a capacidade de atendimento de diversos setores de comércio e serviços, assim como proíbe alguns eventos de lazer.

Das cidades da região de cobertura da Revista Regional, Indaiatuba é a mais afetada pela pandemia de covid desde março, somando até agora 9.131 contaminados, com 250 mortes (conforme dados do dia 30 de novembro) e com 8.938 recuperados ou ainda em tratamento, já que o governo local não divulga um número exato de curados.

 

foto: BIRF