Jornalista ituano lança site de ‘Jornalismo Inclusivo’

Rafael é o criador do site

Rafael Ferraz é jornalista, tetraplégico desde 2011 e ativista na defesa, divulgação, aplicação e conhecimento dos direitos e na causa da pessoa com deficiência

O jornalista Rafael Ferraz lançou o Jornalista Inclusivo, um site com conteúdo voltado à temática “pessoa com deficiência”, mas para toda a sociedade, com temas como saúde, direitos, acessibilidade, emprego e inclusão. A ideia surgiu depois de conhecer seus direitos como deficiente físico e ter algumas conquistas, percebeu que podia e devia ajudar outras pessoas. E foi com o auxílio ao próximo que surgiu a ideia de unir a informação, com a profissão jornalística e criar o canal Jornalista Inclusivo, que após três anos se transformou no site.

Com o slogan “Acessibilidade & Inclusão através da Informação”, o diferencial fica por conta dos formatos dos conteúdos – textos, vídeocoluna, podcasts – e ferramentas de acessibilidade como intérprete virtual em Libras, legendas, descrições das imagens, player de narração. Segundo Rafael, idealizador do projeto, o objetivo é estar acessível a todas as pessoas. Ele conta que com as redes sociais tem um alcance médio de três mil seguidores. No site, que completou dois meses no ar em agosto o alcance chegou a 20 mil pessoas, segundo o Google Analytics.

“Percebi nas redes sociais um caminho para alcançar mais pessoas com as mesmas dúvidas que tive, dificuldades e aflições em comum. Informações sobre os direitos da pessoa com deficiência, tratamentos e reabilitação, lazer inclusivo, turismo adaptado e mercado de trabalho, entre outros. Nosso conteúdo é sobre ter que lutar por uma sociedade justa, e atenta às necessidades de garantir e promover a inclusão a partir da acessibilidade à informação”, afirma Rafael.

Para chegar ao conteúdo misto e amplo, Rafael conta com uma equipe formada por pessoas de diferentes Estados brasileiros, com e sem deficiência e profissionais de diversas áreas, porém especialistas. Entre eles estão nomes como Belly Palma (Gestora de Moda Inclusiva e Negócios Inclusivos), Carol Nunes (Fisioterapeuta Neurofuncional com enfoque em Neuropediatria), Douglas ‘Dôdi’ Jericó (Músico Independente), Luna Frausto (Jornalista, Radialista e Analista de Mídias Sociais), Murilo Pereira dos Santos (Paratleta e Estudante de Jornalismo), Paulo Fabião (Jornalista, Escritor e Comediante), Rafaela Costa (Psicóloga e Doula Acessível em Libras), e Drª. Viviane Guimarães (Advogada Especialista em Saúde e Direito da Pessoa com Deficiência).

Rafael Ferraz é tetraplégico desde 2011 e ativista na defesa, divulgação, aplicação e conhecimento dos direitos e na causa da pessoa com deficiência. Uma queda de uma escada caracol no terceiro andar causou a lesão medular e mudou definitivamente sua vida. Aprender a viver com a limitação da deficiência foi uma adaptação difícil e complicada, afinal, além das questões como falta de mobilidade, privações e limitações, ainda tem as dores fortes que sente até hoje, a dependência de assistência para quase todas atividades básicas do dia a dia, e a saudade de muita coisa.

O reencontro com ele mesmo aconteceu após muita terapia e apoio da família, amigos e pessoas que Rafael intitula como incríveis. Todos os desafios diários que passou a ter o levou a buscar informações e aí a militância sobre o tema foi algo natural. “Como temos muitas dúvidas quando nos tornamos uma pessoa com deficiência, desinformação, preconceito e direitos negados, além da falta de acessibilidade e obstáculos físicos, atitudinais e sociais, precisamos de ajuda, apoio e representantes”, comenta.

foto: Divulgação