Kia Motors anuncia chegada do Bongo 2021

  • Atendendo às novas normas brasileiras de segurança veicular, o VUC da Kia ganha cinto de segurança de três pontos e encosto de cabeça para todos os seus três ocupantes

A Kia Motors do Brasil iniciou na segunda quinzena de agosto a venda do comercial leve Bongo, agora com o cinto de três pontos e encosto de cabeça ao ocupante do meio do veículo, em cumprimento às novas legislações brasileiras de segurança veicular que tornaram mandatória a comercialização desse segmento com a classificação ano/modelo 2021.

“Ao longo de 2019, com a participação de engenheiros e fornecedores brasileiros e uruguaios, desenvolvemos e testamos os pontos de fixação do cinto e o encosto de cabeça. As novidades, homologadas por certificadoras, asseguram o conforto e a segurança de todos os seus ocupantes, sendo um motorista e dois passageiros”, explica Gustavo Gandini, diretor de Operações da Kia Motors do Brasil.

Novo Bongo 2021, o veículo urbano de carga da Kia Motors

O novo Bongo K2500 possui motor 2.5 litros turbo diesel intercooler e potência de 130,5 cv a 3.800 rpm. Sua transmissão é manual de seis velocidades. Ágil, prático e econômico, o Kia Bongo foi especialmente desenvolvido para atender às mais diversas necessidades de uso diário. Nos grandes centros urbanos do país, onde há restrições ao tráfego de caminhões grandes, o Bongo possui a vantagem de poder circular por ser um VUC (Veículo Urbano de Carga).

No primeiro semestre de 2020, a empresa também disponibilizou outra novidade em conforto com a comercialização de nova versão com ar-condicionado de fábrica. O Bongo tem grande aceitação entre consumidores que buscam em um comercial leve de seu segmento atributos como resistência, durabilidade, baixo custo, força e desempenho. A capacidade de carga no chassis é de 1.812 kg. Outro atributo que destaca o Kia Bongo entre seus concorrentes é a garantia de três anos ou 100 mil km. O preço do Kia Bongo 2021 é de R$ 99.990,00.

“Com cada vez mais autônomos atuando com sistema de delivery e com o crescimento do e-commerce, os novos itens de conforto e segurança vem em perfeita sintonia”, argumenta Gandini.

 

foto: Divulgação