Salto registra mais 3 mortes por covid, 82 novos casos e tem UTI lotada

  • Salto teve o maior número de casos confirmados em 24 horas desde o início da pandemia;
  • Itu também voltou a registrar 2 mortes por covid e Indaiatuba, 1

Região soma mais 6 mortes por covid

Em 24 horas, a cidade de Salto teve mais 3 mortes em decorrência do novo coronavírus, totalizando 41 desde o início da pandemia. Todos os pacientes estavam internados no Hospital Municipal Nossa Senhora do Monte Serrat: um homem de 75 anos, falecido em 14 de agosto, mas com exame confirmado nesta terça-feira, dia 18; outro paciente, 86 anos; e uma mulher, de 66, que morreu dia 15, mas cuja confirmação aconteceu apenas nesta terça.

A cidade também registrou o maior número de infectados em 24 horas desde o início do surto de covid: 82, elevando o total de casos confirmados a 1.363, sendo que 41 morreram e 1.261 se recuperaram. Há 17 confirmados que seguem internados (sendo 5 em UTI) e 44 em isolamento domiciliar.

Salto possui ainda 157 casos suspeitos que aguardam resultados de exames. Destes, 135 estão em isolamento domiciliar e 10 em internação clínica. Há também 2 óbitos suspeitos de covid em investigação. A UTI da rede pública que atende pacientes com covid, em Salto, continua lotada há uma semana. A Prefeitura foi questionada sobre a situação e para onde estão sendo encaminhados os doentes de covid que precisam de UTI neste momento, mas não retornou.

Itu voltou a registrar mais 2 mortes pela doença: um paciente de 72 anos e uma mulher de 84, ambos estavam hospitalizados na própria cidade. A Secretaria Municipal de Saúde confirmou mais 37 infectados nas últimas 24 horas, totalizando 2.070 casos desde o início da pandemia, sendo que 74 morreram e 818 se recuperaram. A cidade possui ainda 98 suspeitos que aguardam resultados de testes. Há 17 pacientes internados em ala clínica para covid e 10 em UTI. A taxa de ocupação da UTI do Hospital Municipal caiu, após atingir o limite de sua capacidade na segunda-feira. Nesta terça-feira, está em 87,50%; já a UTI do Hospital de Campanha está com 50% de ocupação.

Em Indaiatuba, foi confirmado mais um óbito por covid: o paciente tinha 51 anos e estava internado desde o dia 14 de julho no Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo). Com isso, a cidade atingiu a marca de 150 mortes pela doença desde o começo da pandemia.

Nesta terça-feira, 18 de agosto, Indaiatuba também teve a notificação de 101 novos infectados, totalizando 5.306 casos confirmados, sendo que 150 morreram e 5.115 são considerados curados ou estão em recuperação domiciliar (a Prefeitura não divulga um número exato de curados). Atualmente, 41 estão internados e outros 564 suspeitos aguardam os resultados dos exames. Há 2 óbitos suspeitos em investigação.

A cidade possui 38 pessoas internadas em leito clínico e 23 em UTI. A taxa de ocupação das UTIs está em 71% no Haoc e 50% no Hospital Santa Ignês.

 

foto: BIRF