Região supera 2 mil casos de covid; Em 24h, Indaiatuba teve 112 novos infectados

Indaiatuba, Itu e Salto ultrapassam a marca de 2 mil infectados pelo novo coronavírus

Os novos números da pandemia em Indaiatuba, Itu e Salto refletem o aumento dos casos em todo o Interior, como alertou o governo do Estado; Em 24 horas, Indaiatuba registrou 112 novos infectados; Itu e Indaiatuba tiveram mais mortes pela doença

 

No intervalo entre domingo (21) e quarta-feira (24), o Interior do Estado viu 10.752 novas confirmações de casos de covid-19, ante 7.670 na capital. Em apenas 4 dias, a pandemia avançou 28,7% a mais fora da cidade de São Paulo. Também pela primeira vez, o número absoluto de mortes por covid no Interior (6.677) superou o da capital (6.675) ao longo da pandemia.

 

Esses números considerados preocupantes pelo governo estadual se refletem também na região. Indaiatuba, Itu e Salto, juntas, somam nesta sexta-feira, dia 26 de junho, 2.063 casos registrados de covid-19. Foram 1.000 infectados em pouco mais de uma semana.

 

Nesta sexta-feira, Itu superou os 500 casos da doença: são, oficialmente, 503 infectados. Destes, 371 são considerados curados e há 10 internados em leito clínico e 12 em UTI. A cidade contabiliza 35 mortes pela doença. O óbito mais recente foi de uma mulher de 61 anos, com doença pré-existente. A taxa de ocupação das UTIs em Itu está em 87% no Hospital Municipal e 50% no Hospital de Campanha.

 

Indaiatuba continua sendo a cidade da microrregião de cobertura da Revista Regional com maior número de casos de covid. Até esta sexta-feira, 26, são 1.362 registros e 58 óbitos. A última morte ocorreu no Haoc (Hospital Augusto de Oliveira Camargo) na quinta, dia 25; o paciente tinha 59 anos, foi internado no dia 12 de junho e não apresentava histórico de comorbidades.

 

Nas últimas 24 horas, Indaiatuba registrou 112 novos casos. Do total de 1.362 confirmados, 58 morreram e 32 seguem internados. Atualmente há 30 internados em leito clínico e 27 em UTI. A taxa de ocupação das UTIs está em 83% no Haoc e 58% no Hospital Santa Ignês. Indaiatuba tem ainda outros 160 casos suspeitos aguardando resultado.

 

A Prefeitura de Indaiatuba não possui um número exato de pacientes recuperados, mas calcula em 1.272, considerando também os casos que continuam em tratamento domiciliar. Este cálculo é questionado por médicos ouvidos pela Revista Regional, pois os pacientes que estão em casa podem precisar, em algum momento do tratamento, de ajuda médica e até mesmo de internação, caso o quadro evolua para uma pneumonia ou outra condição grave.

 

Salto também teve mais casos confirmados. Agora são, oficialmente, 198, sendo que 6 morreram, 150 evoluíram para cura e 6 seguem internados (sendo 3 em UTI); há 36 casos em isolamento domiciliar. A cidade possui ainda 76 pacientes que aguardam resultados. Destes, 64 estão em isolamento domiciliar e 12 em internação clínica (sendo 1 em UTI). A taxa de ocupação dos hospitais não foi divulgada pela Prefeitura saltense.

 

Foto: BIRF