ATENÇÃO: Em Salto, comércio funcionará das 10h às 14h

Durante essa primeira fase da flexibilização da quarentena, a Prefeitura de Salto permitirá a reabertura do

Município de Salto faz parte da área laranja do Estado, conforme o Plano SP de retomada da economia

comércio por 4 horas diárias, com medidas restritivas para aglomeração e higienização; Confira as regras decretadas neste sábado

 
 

A Prefeitura de Salto publicou no Diário Oficial neste sábado (30), o decreto nº 157/2020, que define os critérios para a flexibilização do comércio e serviços na cidade. A medida começa a valer a partir da segunda-feira, 1º de junho. As regras anunciadas hoje são válidas para a Fase 2 da retomada econômica do Plano São Paulo, a qual o município está classificado.

A retomada será gradual e começará com abertura restrita do comércio, que poderá funcionar durante 4 horas diárias (das 10h às 14h) de segunda a sexta-feira e das 9h às 13h aos sábados. A reabertura proposta agora, segundo a Prefeitura, atende aos parâmetros estabelecidos pelo governo estadual, através do Plano São Paulo, incluindo o de limitação de 20% da capacidade de atendimento.

Poderão retomar as atividades a partir desta segunda-feira (1º): as atividades imobiliárias, concessionárias de veículos e congêneres, escritórios em geral; comércio, shopping, galerias e estabelecimentos similares. Além do horário reduzido estabelecido, o funcionamento dessas atividades deverá respeitar as determinações das autoridades sanitárias como a obrigatoriedade de fornecimento de álcool em gel para funcionários e clientes; exigência de uso de máscaras por funcionários e clientes, orientando sobre a sua correta utilização; e observância de todos os protocolos sanitários emitidos pela Secretaria Estadual e Municipal de Saúde, de acordo com o ramo de atividade e capacidade de atendimento, observando-se as diretrizes previstas no Plano São Paulo.

A fiscalização orientativa deverá ser realizada pela Vigilância Sanitária. O cumprimento das normas e organização para evitar aglomerações nos espaços são de responsabilidade dos comércios. “Este é um período de adaptação aos novos protocolos para que o comércio retorne às suas atividades com segurança para colaboradores e clientes”, destacou o prefeito Geraldo Garcia.

Todos os serviços considerados essenciais permanecem sem alterações, considerando os cuidados sanitários, distanciamento social, regras para não gerar aglomeração e uso obrigatório de máscara.

Neste momento, não estão autorizados a funcionar: escolas, espaços públicos (parques, praças e afins); bares, restaurantes (somente delivery / entrega); teatros e cinemas e eventos em geral; academias de esportes em geral, salões de beleza e barbearia.

A administração saltense reforça também as recomendações à população: saia somente se necessário; ao sair, use máscara; respeite as regras de distanciamento; e evite aglomerações.

 

ZONA AZUL

 

Com a retomada gradual do comércio, o estacionamento rotativo também retoma as atividades a partir desta segunda-feira (1º), no mesmo horário determinado – de segunda a sexta, das 10h às 14h e aos sábados das 9h às 13h. A medida será, conforme informações da Prefeitura, uma ferramenta importante para a administração municipal como forma de avaliação da circulação das pessoas, especialmente na região central. O decreto prorroga a quarentena no município até o dia 15 de junho, conforme determinação estadual.

 

foto: AI/Salto