URGENTE: Após mortes por covid, clínica de idosos sofre intervenção em Itu

Idosos formam o maior grupo de risco da covid-19 em todo o mundo

Três idosos da clínica morreram nos últimos dias; 2 confirmados de covid-19 e outro em investigação; funcionários e outros internos estão infectados e alguns com suspeita da doença; Em Indaiatuba foi registrada a sétima morte

 

Um dos casos de óbito pelo novo coronavírus em Itu teve como vítima um senhor de 65 anos, que era interno de uma das clínicas de longa permanência existentes no município. A morte, ocorrida no domingo (03 de maio), motivou uma vistoria por parte da Prefeitura, seguida de intervenção, logo na segunda-feira (04). A Secretaria Municipal de Saúde enviou equipes da Vigilância Epidemiológica e da Vigilância Sanitária ao local, tomando todas as providências cabíveis diante do ocorrido.

 

Até esta quarta-feira (06), foram registrados na referida unidade particular mais 2 óbitos de idosos. Um deles foi o de uma mulher de 67 anos, que faleceu no domingo (04) e o resultado positivo para covid-19 saiu na noite de terça-feira (05). Já o terceiro óbito, que permanece como suspeito (sem confirmação em exame), se deu na manhã desta quarta-feira (06). A vítima é uma mulher de 93 anos. Além disso, a mesma clínica já contabiliza 4 pessoas comprovadamente doentes com a covid-19: 2 funcionários (que estão em isolamento domiciliar), 1 idoso que está no Hospital de Campanha e mais 1 na UTI.

 

Fora esses casos confirmados, a intervenção das autoridades municipais de Saúde constatou no referido local a suspeita da doença em mais 3 funcionários e em 14 internos. Dentre esse grupo de idosos, 2 estão sob os cuidados do Hospital de Campanha aguardando os resultados dos exames e os outros 12 pacientes estão realizando avaliação médica complementar e tomografia para encaminhamento até uma unidade hospitalar.

 

Após a vistoria, a Prefeitura exigiu que todas as famílias de pessoas assistidas pela clínica particular fossem comunicadas sobre os casos de coronavírus no local, bem como que fosse realizada a testagem de covid-19 de todos os funcionários e demais internados. Os exames foram realizados sem custos aos cofres públicos e os resultados ainda estão sendo aguardados, informou a Prefeitura no final da tarde desta quarta-feira.

 

O governo ituano informou que todas as clínicas de longa permanência do município, inclusive esta, já haviam sido visitadas pela Vigilância no início da pandemia, quando foram informadas a respeito dos protocolos de higiene necessários para prevenção e combate ao novo coronavírus. No entanto, a covid-19 é uma doença de alta e rápida transmissibilidade, podendo ser passada inclusive por indivíduos assintomáticos.

 

As identidades dos 3 casos fatais, assim como o endereço do estabelecimento, foram

preservados pela Prefeitura por questões de sigilo médico.

 

NÚMEROS DA REGIÃO

 

Os boletins epidemiológicos desta quarta-feira na região apontam 26 casos confirmados de covid-19 em Itu, 137 casos descartados (exames negativos) e 28 aguardando resultados (3 internados e 6 em UTI). Até o momento, 13 casos de cura foram comunicados. A cidade atinge o número de 5 mortes e 1 óbito por suspeita de coronavírus. O novo óbito positivo é de uma mulher, 67 anos portadora de doenças crônicas.

 

Em Salto, como antecipou a Revista Regional nesta terça-feira, através de dados oficiais do governo do Estado e diferentes dos que estavam sendo divulgados pela Prefeitura da cidade, teve um aumento no número oficial. Até esta quarta-feira, 11 pessoas testaram positivamente para o novo coronavírus, sendo que 9 teriam se recuperado, 1 está na UTI e outro em tratamento domiciliar. Há 15 pessoas que fizeram exames e aguardam resultados, sendo 7 internados em leito normal e 1 em UTI.

 

Os 3 casos positivos incluídos no boletim da Prefeitura, após divulgação da Revista Regional, tratam-se de um homem de 29 anos, atendido na última semana no Hospital Municipal, que se encontra em isolamento domiciliar; uma mulher de 62 anos, atendida em Indaiatuba há duas semanas, e mais uma mulher de 67 anos, que também foi atendida em Indaiatuba. Ambas já evoluíram para cura, segundo informou a Secretaria de Saúde de Salto.

 

SÉTIMA MORTE EM INDAIATUBA

 

Indaiatuba registrou mais 1 morte nesta quarta-feira (06). Foi um homem de apenas 38 anos, que estava internado em hospital particular de Salto desde o dia 25 de abril. Segundo informações da Prefeitura, ele tinha histórico de diabetes e hipertensão. A cidade contabiliza 7 mortes confirmadas por covid-19 e outras 4 em investigação; há 69 casos confirmados e 57 recuperados. Há ainda 67 suspeitos à espera de resultado de exames, sendo que 9 em internação clínica e 12 em UTI.

 

LUTO EM TODO O ESTADO

 

O governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (06) que haverá luto oficial em todo o Estado de São Paulo em respeito e pesar às vítimas fatais do coronavírus. Até o início da tarde desta quarta, eram 7.921 mortes provocadas pela covid-19 em todo o país, com 3.045 óbitos em São Paulo.

 

“A partir de amanhã, teremos luto oficial em todo o Estado de São Paulo. Lamentavelmente, ultrapassamos 3 mil mortos com coronavírus, é o maior volume da história do Estado em uma circunstância de menos de 60 dias”, declarou o governador. “Em respeito às famílias e amigos destes que perderam vidas, será um gesto de solidariedade. E, lamentavelmente, daqueles que ainda vão perder as suas vidas”, acrescentou Doria.

 

O decreto de luto oficial será publicado no Diário Oficial do Estado nesta quinta (07) e valerá até que a crise sanitária seja superada. Com o texto em vigor, as bandeiras hasteadas em todas as repartições públicas e instituições de ensino devem permanecer a meio mastro, em homenagem à memória dos mortos pela covid-19.

 

O número de mortos em São Paulo por covid-19 subiu 7% em apenas um dia. Em relação a infectados, o total chegou a 37.853 casos – aumento de 10% em relação ao dia anterior – confirmados de pacientes com covid-19 nos 645 municípios paulistas.

 

foto: AdobeStock