Salto lança concurso Quarentena Cultural

Cartaz que divulga o concurso cultural nas redes sociais

Objetivo é fomentar a cultura durante a pandemia e possibilitar que artistas locais tenham uma remuneração durante o período de isolamento social

 

Como forma de fortalecer e difundir a produção cultural saltense durante a pandemia de covid-19, a Prefeitura de Salto, por intermédio da Secretaria da Cultura, está promovendo o Concurso Quarentena Cultural, destinado à seleção de artistas residentes em Salto, acima de 18 anos, nos mais diversos segmentos artísticos.

 

Ao todo serão investidos R$ 210 mil em até 70 projetos, contemplando R$ 3 mil a cada selecionado para realização de apresentações virtuais (vídeos de 15 a 30 minutos) no período da pandemia. As inscrições podem ser feitas de maneira rápida, no período de 24 de abril a 04 de maio, pelo link https://forms.gle/i1XpUMUVEAqu6Ess5 . No site oficial da Prefeitura de Salto estão disponibilizados o regulamento e todas as informações do concurso.

 

A Secretaria da Cultura esclarece que a medida, de caráter emergencial, não tem como finalidade provocar a reunião de indivíduos, mas, antes de tudo, gerar recursos e contribuir para o trabalho de artistas, em especial diante da necessidade da suspensão e isolamento social, momento em que os mesmos estão impossibilitados de se apresentar. O grande impacto do cancelamento dos eventos e ações culturais em todo o país afeta em especial este setor.

 

“Como os eventos foram suspensos e todos os equipamentos culturais da cidade estão fechados, surgiu uma grande preocupação com os artistas saltenses e criamos de forma emergencial esse concurso cultural, onde os trabalhos serão transmitidos em plataforma digital através dos vídeos selecionados. É uma maneira de dar um suporte à classe artística que perdeu a oportunidade de trabalhar nesse momento e também de manter a arte viva entrando no isolamento dos lares saltenses, além de ser uma vitrine para que todos conheçam os talentos locais”, acrescenta o secretário municipal de Cultura Sandro Bergamo.

 

Foto: Divulgação