O novo Mercadão de Itu

Prédio restaurado do Mercado

O espaço revitalizado deve se tornar um ponto de encontro da população, com atividades gastronômicas, culturais e também em outras áreas

Em 19 de dezembro a Prefeitura de Itu, juntamente com a Secretaria de Turismo do Estado de São Paulo, por meio do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos – Dadetur, entregou oficialmente as obras de restauro do prédio histórico do Mercado Municipal. Na cerimônia de inauguração, a Prefeitura ainda celebrou os 40 anos de Itu como Estância Turística.

O Mercadão de Itu foi inaugurado em 14 de maio de 1905 e logo tornou-se um ponto contato entre fornecedores rurais e citadinos. Nos anos de 1960 houve movimentos de expansão populacional, quadruplicando o número de habitantes e ressignificando o uso do centro urbano de Itu. Trinta anos depois, a edificação foi incluída nos registros e inventários de tombamento praticados pelo Condephaat, com apoio do Iphan e da Secretaria Municipal de Cultura, com grau de proteção 1, definindo-o como patrimônio.

O restauro do mercado devolveu o prédio ao seu projeto original: as portas abertas posteriormente para a rua Santa Cruz foram fechadas; na fachada lateral oposta, os boxes – abertos para fora – foram mantidos, assegurando aspectos de convivência de décadas já estabelecidas.

O Mercadão foi reaberto com boxes e bancas para comércio variado, com espaços destinados através de licitação e com o desejo de que ele faça nascer uma vida gastronômica e noturna na cidade.

Recuperar o orgulho do ituano sempre foi o desejo do prefeito Guilherme Gazzola. “Mexer no orgulho da cidade é mexer na própria história. Restaurar o Mercadão é uma obra fantástica, que remete à infância, à juventude e à história de Itu. Estamos devolvendo para o centro sua importância e valorização”, afirma.

Os comerciantes que já trabalhavam no local retornarão por um prazo determinado e, posteriormente, passarão por licitação. Esses espaços serão destinados a comércios em geral e terão limites para cada ramo. “Eu vejo uma Itu renascendo, valorizando a região central, tanto no aspecto econômico quanto no cultural”, finaliza o prefeito.

fotos: Renata Guarnieri e Juca Ferreira /Prefeitura de Itu