ABID apresenta ‘Circo dos Sonhos’ em Indaiatuba

Momento do espetáculo “Circo dos Sonhos”, apresentado em novembro, em Indaiatuba

Com teatro lotado nas duas noites, o Projeto CIF Oficina de Dança, da Associação Beneficente ABID, de Indaiatuba, apresentou o espetáculo “Circo dos Sonhos”

 

A Associação Beneficente ABID, de Indaiatuba, acredita que a cultura é um meio de desenvolvimento e transformação social e promove aulas de dança através do Projeto CIF Oficina de Dança, que atende 80 crianças e adolescentes entre seis e 17 anos de forma gratuita.

Este ano, o projeto apresentou, em parceria com o Ministério da Cidadania, o espetáculo “Circo dos Sonhos”, nos dias 1º e 02 de novembro, no Ciaei, em Indaiatuba, com sala lotada nas duas ocasiões. “De uma forma fascinante, conduzimos o público à época do circo, quando a tecnologia dá passagem para os sentimentos reais, para as brincadeiras mais simples, para aonde os sonhos são possíveis”, afirma Daiana Zumestein Correr, coordenadora do projeto.

Além de diversos convidados, Marisa Pivetta, responsável pelo Passo de Arte, competição internacional de dança que é realizada uma vez por ano em Indaiatuba, esteve assistindo à apresentação. Após o espetáculo, foram realizadas diversas homenagens aos organizadores, apoiadores e público presente.

O “Circo dos Sonhos” teve a realização da ABID e Ministério da Cidadania, com patrocínio Tuberfil Cultural, Chevrolet, Cellier Alimentos, Mann + Hummel, Diso Comercio de Alimentos, Anudal Brasil e Keltec e apoio da Prefeitura Municipal de Indaiatuba, Agência Blues Propaganda, Shopstar e EZ Estudio.

A ABID lembra que o Ministério da Cidadania habilita instituições a captar recursos por meio da Lei Rouanet de incentivo à cultura, após um processo de seleção que acontece anualmente. É uma forma de estimular o apoio da iniciativa privada ao setor cultural, através do redirecionamento de parte do Imposto de Renda para investimentos em projetos culturais. “Neste momento, estamos em fase de captação para a execução do projeto em 2020. Portanto, empresas tributadas pelo Lucro Real podem destinar 4% do IRPJ para este projeto, até 31 de dezembro. Os empresários possuem uma oportunidade incrível em suas mãos: eles podem direcionar parte do IR, que seria pago de qualquer forma para o governo, para este projeto. É como se você transformasse uma obrigação fiscal em um mundo melhor para muitas crianças e adolescentes”, afirma a mobilizadora de recursos da ABID, Karine Pleszezak Barbosa.

 

MAIS: Para mais informações sobre como participar, karine.marketing@associacaoabid.org.br ou (19) 2516-8216.

 

CONFIRA A GALERIA DE FOTOS

fotos: Studio Coh Merlin