Bruno Addax: One Man Band da viola caipira

Bruno Addax, de Minas Gerais para a região

Graduado em Música pelo Ceunsp-Salto, este mineiro veio para nossa região a trabalho, como músico profissional de uma dupla sertaneja

O músico que toca folk brasileiro com a viola caipira como protagonista em composições autorais. Esse é Bruno Addax. O mineiro, que vem se apresentando em bares e eventos na região, conta que começou a tocar aos 12 anos de idade quando seu padrasto ganhou um violão e ele começou a brincar com acordes. “Junto do violão veio uma capa de caderno com acordes e eu peguei, comecei a brincar e gostei”, conta

Graduado em Música pelo Ceunsp (Centro Universitário Nossa Senhora do Patrocínio), em Salto, Bruno veio para nossa região a trabalho, como músico profissional de uma dupla sertaneja. Assim deu início a vida de músico prático. “Dessa forma eu entendi como funciona a vida do músico, mas eu queria mais e quando meu contrato acabou, não renovei, mas fiquei por aqui para fazer a faculdade”, revela o mineiro que, durante a graduação, estudou a viola caipira e a música raiz de Tião Carreiro e Pardinho. Com esse contato com o instrumento, Bruno se encantou e começou a pesquisar formas de utilizar a viola caipira numa música que gosta de fazer como o folk abrasileirado, nas palavras dele. “Eu amo a viola caipira, mas a linha sertaneja não era algo que eu queria seguir. Fiquei pensando em como fazer sem ser sertanejo raiz. Fui estudando e me dediquei ao estilo fingerstyle e desenvolvi isso na viola com uma pegada country e folk”, detalha. Assim nasceram dois EPs, o “Plantar & Cuidar” e o “Cuidar & Colher”, lançados esse ano em plataformas digitais.

As músicas do EP falam de amor como a faixa “Nós”, de coisas cotidianas como “Estrada” e até da cidade que Bruno cresceu em Minas, na faixa “Coluna”. As canções são simples, algumas com menos de dois minutos, mas um verdadeiro registro de autoconhecimento. “O foco foi mostrar o que eu gosto de fazer, não pensei no comercial. É um registro de amor. Eu já fiz umas músicas pops, por um tempo parei, fiquei repensando o que queria fazer e encontrei minha raiz. O country, folk e a viola como destaque. Por ser uma música bem simples e limpa sonoramente, optei pelo formato one man band”, ressalta Bruno.

Hoje, ele toca em eventos, barzinhos, casamentos e conta que se inspira em nomes como Rodrigo Suricato, Diego Schaun e o ituano Murillo Augustus. No contexto mundial, ele ouve Hank Williams, Tommy Emmanuel e Bob Dylan. “O EP é algo

totalmente diferente de tudo o que eu já tinha feito. Quando eu coloquei minha mão na viola caipira, pensei em algo mais enxuto, sem muitos instrumentos e as composições vieram naturalmente. A proposta desse trabalho é um renascimento da minha vida artística”, finaliza.

(texto e foto: Gisele Scaravelli)

MAIS: Ouça Bruno Addax e acompanhe a agenda em sua página no Instagram @brunoaddax. Os EPs “Plantar & Cuidar” e “Cuidar & Colher” estão presentes em todas as plataformas digitais.

foto: Gisele Scaravelli