Sandro Bergamo comemora os 30 anos da Fetiche Models

Além de diretor da Fetiche Models, Sandro ocupa atualmente o cargo de secretário de Cultura de Salto

Fundador da maior agência de modelos da região, em Salto, Sandro conta como surgiu a paixão pela moda e os desafios ao longo de três décadas de trabalho

 

            Ainda adolescente, Sandro Bergamo já era ligado com arte, movimentos culturais e estava sempre motivando os amigos para promoverem ações voltadas ao teatro, dança e moda. Depois de ter participado de um concurso de beleza estudantil, ficando com a segunda colocação, ele decidiu reunir uns amigos e montar um desfile de moda envolvendo as lojas de Salto. “Eu me apaixonei tanto pelo processo de montagem e pelo resultado que criei um grupo chamado Fetiche Produções. Em 1988 nascia, sem eu ter uma exata noção disso, uma agência de modelos”, conta. Sem experiência alguma no mundo da moda, Sandro buscava referências onde podia. “Naquela época não havia internet, computador, celular, nem telefone eu tinha em casa. Eu era menor aprendiz no Banco do Brasil e com o dinheiro que recebia, comprava a Vogue e a Elle todo mês e investia em rolos de filmes e revelações de ensaios fotográficos que eu fazia com a minha prima e amigos”, revela.

            A Fetiche cresceu, se profissionalizou e, com uma visão empreendedora e qualificação, o trabalho mudou. Sandro conta que ainda hoje o amor e as dificuldades se mantêm, pois, trata-se ainda de uma profissão pouco compreendida e pouco valorizada. Atualmente, a Fetiche Models atua com um casting de 80 modelos que vão se reciclando. “Somos seletivos e muito honestos com aqueles que nos procuram em relação ao mercado. Posso dizer que entre seletivas e entrevistas já avaliei mais de 32 mil modelos”. Dos modelos que já passaram pela Fetiche, em Salto, há profissionais que fecharam contratos em quase 20 países pelo mundo afora, estampando capas e editoriais de importantes revistas, posando para campanhas de marcas consagradas e desfilando em passarelas de grandes estilistas. “Já exportamos modelos para Itália, EUA, Japão, África do Sul, Grécia, México, China, Tailândia, Emirados Árabes, Malásia, Coréia, Espanha, Indonésia, entre outros. É um orgulho saber que modelos saltenses e de nossa região já estiveram em revistas como Vogue, Marie Clair, Harper’s Bazaar e sustentaram o peso de marcas como Prada, Chanel e Armani em passarelas e ensaios pelo mundo”, detalha orgulhoso.

            Além da Fetiche, Sandro está no cargo de secretário de Cultura de Salto e conta que a experiência da Fetiche o ajuda como profissional: “Como promotor de eventos sempre fui muito detalhista e organizado, acredito que isso eu trago para o poder público e espero poder contribuir com a vida cultural do município. Mas continuo aprendendo e buscando minha evolução, seja profissional ou pessoal”, finaliza. (por Gisele Scaravelli)

foto: Laércio Luz