Rodrigo Bixigão: um saltense no Louvre

O artista plástico saltense RODRIGO SCHIAVONI, mais conhecido como Bixigão, iniciou sua carreira aos 15 anos de idade dando aulas de desenho. Três anos depois abriu seu ateliê em Salto. Ele conta que trabalhar com arte aconteceu naturalmente. “Desde criança sempre estava com o lápis e papel na mão. Aos poucos, fui entendendo a profissão e, de acordo com a minha evolução no Desenho e Pintura, fui me inserindo no mercado. Nunca pensei que seria hobby, era e continua sendo uma atividade muito prazerosa, que amo de paixão, mas é meu trabalho”, confessa. Sua base é a Caricatura e a partir desse conceito transforma rostos de personalidades com um olhar bem-humorado. São anos retratando famosos, personalidades da região e pessoas comuns. Atualmente, ele inicia uma nova fase onde aborda temas da mitologia e faz releituras de famosas obras de arte, como por exemplo, “A Criação de Adão” de Michelangelo. “Faço figuras como deuses, deusas, cupido, sempre com muito humor e descontração. Uma visão moderna sobre os clássicos”. Essa nova fase que lhe rendeu uma participação no famoso Salão Internacional de Arte Contemporânea Carrousel du Louvre, em Paris, no último mês de maio. A convite da curadora Angela Oliveira, que promove centenas de brasileiros pelo mundo, Bixigão com sua obra “L’AMOUR”, foi selecionado junto a 12 artistas brasileiros. “É um sonho realizado! Qualquer pessoa que tem a arte como propósito de vida, se emociona em ver o trabalho ganhando asas e chegando a um dos mais importantes museus do mundo, onde estão os maiores nomes da história da arte e são inspiração para todos nós. Com certeza um marco em minha carreira”, reflete orgulhoso.

 texto e foto: Gisele Scaravelli