O canto das águas

Cataratas de Foz do Iguaçu, uma das sete maravilhas naturais do planeta, encantam pela beleza e grandiosidade

Foz do Iguaçu ainda é uma cidade pouco procurada pelos brasileiros para fazer turismo. Parece que os estrangeiros a visitam bem mais. Um lugar onde a natureza é privilegiada e o Foto Clube Salto nos proporcionou esse belo passeio, onde fotografar é uma aventura.

Começou pequenininha em 1881, recebendo seus primeiros habitantes. Em 1889 foi instalada ali uma Colônia Militar e foi só em 14 de março de 1914, que se criou o município de Vila Iguaçu (posteriormente denominado Foz do Iguaçu). Hoje, a cidade possui em torno de 265 mil habitantes.

A aceleração do seu desenvolvimento deu-se a partir da construção da Hidrelétrica Itaipu, em 1970. As obras de construção da usina foram concluídas em 12 de outubro de 1982, mas a produção de energia só foi iniciada em 05 de maio de 1984.

O Parque Nacional das Cataratas começou sua história em 1916 com a passagem por Foz do Iguaçu de Alberto Santos Dumont. Aquela área pertencia ao uruguaio Jesus Val. Foi Santos Dumont que intercedeu junto ao presidente do Estado do Paraná, Affonso Alves de Camargo, para que fosse desapropriada e tornada patrimônio público, sendo declarada de utilidade pública no mesmo ano. Já em 1939 foi criado o Parque Nacional do Iguaçu.

 

Natureza, paz e meditação

Tem também a parte argentina das Cataratas, que vale a pena visitar. Devo dizer que o lado brasileiro é mais bonito – que os hermanos me perdoem! O nosso lado possui uma estrutura turística de primeiro mundo. Tudo muito organizado, limpo e moderno.

Em 1º de novembro de 1993 é iniciada a construção do Parque das Aves, inaugurado um ano depois, em 06 de outubro de 1994. O parque conta com mais de 1.020 aves e cerca de 150 espécies diferentes. Lá, o contato com os pássaros é direto. Muitas vezes você é surpreendido com araras dando voos rasantes sobre sua cabeça. Uma experiência única.

Inusitado é pensar que no meio disso tudo, do barulho das cataratas, do canto das aves, exista um lugar em Foz onde o silêncio impera. É o Templo Budista. Construído em 1996, hoje conta com 120 estátuas espalhadas num amplo jardim, que representam divindades, demônios e encarnações do Buda. Está no topo de uma colina, de onde se avista o centro de Foz e a cidade paraguaia Ciudad del Leste. Um local ideal para meditação.

Foz tem outros atrativos, como o Dreamland (Museu de Cera), o Marco das Três Fronteiras, muitos restaurantes e a vontade de cada turista em descobrir um pouco mais da vida dessa encantadora cidade.

 

texto: Astrid Da Rós é psicóloga e fotógrafa saltense, viajou a Foz do Iguaçu pelo Foto Clube Salto e escreveu esta matéria especialmente para a Regional.

fotos: Astrid Da Rós

CONFIRA ABAIXO A GALERIA DE FOTOS

barco-cataratas-brasil

Picture 1 of 24