Inspirados pelo mestre!

As ações do grupo fazem felizes diversas famílias carentes de Indaiatuba

 Grupo de Indaiatuba se une para levar alegria a bairros carentes

            Chico Xavier, o Médium Brasileiro, como é popularmente conhecido, marcou uma geração devido a sua extrema bondade e ao desmedido amor para com o próximo.

O grupo Amigos de Chico Xavier de Indaiatuba, formado por voluntários da cidade, perto do que o médium realizou no Brasil, faz um grão de areia, mas que para os que recebem a ajuda, é muito mais que o deserto todo.

Os trabalhos do grupo tiveram início em 2010, com o objetivo de comemorar o centenário de nascimento do homenageado. As voluntárias Izildinha, Elaine e Cleyde foram as responsáveis por semear a semente do voluntariado, ação tão pregada por Chico.

Diante da missão dada, a primeira festa realizada foi em 21 de abril daquele ano, para mais de 2.500 pessoas. De lá para cá, muita coisa já foi realizada: entrega de cesta de Natal para famílias carentes, almoços de Páscoa para bairros inteiros, festa de Dia das Crianças com direito a entrega de brinquedos de casa em casa, etc. “Às vezes estamos tão imersos em nossos próprios problemas, no nosso dia-a-dia atribulado, que nos passa despercebidos os irmãos que precisam ‘ser vistos’ para se sentirem amados e saberem que naquele determinado dia, alguém irá até eles com uma palavra de consolo e um carinho”, pontua Eduardo Andrade, voluntário desde a fundação do grupo.

Com a missão de levar alegria e esperança para bairros carentes e seus moradores sem pregar a religião do grupo, as tarefas ficam cada vez mais grandiosas, tanto que na Páscoa desse ano, os bairros Veredas da Conquista e Caminho da Luz receberam o almoço completo, com refrigerante e os ovos de chocolate.

Para conseguir realizar esses eventos, o Amigos de Chico Xavier, conta com a ajuda dos incansáveis voluntários, que não medem esforços para realizar com proeza as missões dadas, e com as doações de empresários e dos moradores da cidade. “-Fora da caridade não há salvação-, esse é o maior ensinamento da Doutrina Espírita, e o Evangelho de Jesus diz que ‘Sua mão esquerda não deve saber o que a direita faz’. Por essas e outras, acredito nas diversas formas de caridade. Alegria, alimento, alento ou simplesmente ouvir, são algumas delas, e fazer isso dentro de um grupo, dá a oportunidade de realizá-las de forma anônima, pois ali não prevalece o cidadão A, a moça B ou o sr. C, e sim o grupo”, fala Carlos Alberto de Souza, também voluntário desde o primeiro evento.

E para finalizar, Izildinha deixa um recado. “Sem a imprensa da região, metade dos nossos trabalhos não teria sido possível de idealizar. Graças às notícias e ajudas vindas de todos os meios de comunicação, nós conseguimos fazer mais pessoas sorrirem”, completa.

COMO AJUDAR:

Quem quiser contribuir com o grupo, pode procurar a Livraria Espírita Emmanuel, na rua 13 de Maio, 228, Centro, Indaiatuba. Telefone (19) 3934-7325. 

texto Yara Alvarez

fotos Giuliano Miranda