Regimento Deodoro celebra centenário

No dia 20 de janeiro, o Quartel de Itu completa 100 anos de existência e, para comemorar, fará uma solenidade oficial, além de uma corrida aberta ao público

 Esse ano o 2º GAC L (Grupo de Artilharia de Campanha Leve – Regimento Deodoro), ou Quartel de Itu, como é conhecido popularmente, comemora um século de existência. Localizado no antigo prédio do Colégio São Luís, o Exército Brasileiro adquiriu o imóvel dos jesuítas em 1917 e se instalou, definitivamente no local, em janeiro de 1918. O Regimento teve início com um contingente de menos de 30 homens e escolheu Itu por sua localização geográfica estratégica. “O Exército tinha interesse de trazer uma unidade para o Interior, particularmente para Itu, por conta da localização geográfica. Se a gente visualizar, até os dias de hoje, muitas rodovias incidem em Itu, isso oferece muita mobilidade para as tropas”, explica o comandante coronel Erb Lyra Leal, que está em sua segunda passagem por Itu.

O Regimento Deodoro fez um evento oficial em 20 de janeiro de 1918, com presença da população ituana, para marcar sua abertura na cidade, mesma data, este ano, em que a solenidade oficial foi realizada novamente. Num evento aberto ao público, os presentes puderam ver uniformes históricos, a evolução e a tecnologia de equipamentos do Exército.

‘Braço forte, mão amiga’

Hoje, o Regimento Deodoro conta com um efetivo de mais de 500 militares, mas esse número já chegou a 1.500, no final da década de 1970. Além disso, o local é subordinado a 11ª Brigada de Infantaria Leve, localizada em Campinas.

“Nossa frase   ‘Braço forte, mão amiga’ é exatamente a forma que a gente atua. Hoje, a Brigada de Campinas é vocacionada para operações de garantia da lei e da ordem. São aquelas ações que se vê no Rio [de Janeiro] e Salvador. Ela tem uma capacidade de se deslocar muito rápida para qualquer ponto do território nacional. Então, essa capacidade é fruto de treinamento constante e diário”, explica o comandante.

O Regimento já participou de ações no Complexo do Alemão e da Maré, no Rio de Janeiro, e, também, de missão no Haiti. Além disso, ações como Campanha do Agasalho, ações subsidiárias de combate a dengue, entre outras, fazem parte do trabalho social do Exército brasileiro. Itu conta com militares do Brasil inteiro e, entre os soldados, o maior número provém das cidades de Itu, Salto e Indaiatuba.

Comemorações

            As comemorações dos cem anos do Regimento Deodoro começaram com uma exposição com a história da unidade. A mostra, em formato de linha do tempo, é aberta ao público e será acrescida ao circuito de visitação do Espaço Cultural “Domingos Fernandes”, reaberto em 2016. O local conta com itens históricos do Quartel e do antigo Colégio São Luís. São fotos, canhões, prataria, uniformes e até um sino doado por um papa ao antigo colégio. Além disso, a Igreja São Luís Gonzaga, datada de 1891, também é aberta para visitantes.

            Uma corrida aconteceu no dia 14 de janeiro com saída e chegada no Regimento. Essa prova esportiva foi aberta a participação do público mediante a inscrição prévia pelo site do Quartel. Por último, uma solenidade, no dia 20, também aberta ao público, aconteceu na praça em frente ao prédio do Quartel, às 9h. Posteriormente, houve a solenidade de Passagem de Comando do 2º GAC L, do Coronel Erb Lyra Leal para o Tenente-Coronel Ricardo Alves Pereira, realizada no pátio interno do Regimento.

MAIS: O Regimento Deodoro pode ser visitado aos sábados, domingos e feriados das 9h às 12h e das 13h às 16h; às segundas-feiras na parte da tarde e de terça a sexta-feira na parte da manhã; na praça Duque de Caxias, 284, em Itu. Mais informações pelo telefone (11) 4022-1184 ou no site www.2gacl.eb.mil.br.

CONFIRA ABAIXO GALERIA DE FOTOS HISTÓRICAS DO QUARTEL DE ITU

fotos: Acervo Regimento Deodoro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *